23/06/2018 às 10h14min - Atualizada em 23/06/2018 às 10h14min

Aeroporto terá R$ 50 milhões para obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros

WALACE TORRES | EDITOR
CLEITON BORGES/SECOM/PMU
O Aeroporto de Uberlândia Tenente Coronel Aviador César Bombonato irá receber investimentos de R$ 50 milhões para obras de reforma e ampliação do terminal de passageiros. A previsão é que os projetos básicos sejam concluídos ainda em junho para início da licitação neste ano. A estimativa da Infraero, responsável pelo aeroporto, é aumentar em 50% a capacidade de recebimento de passageiros, que passaria de 1,98 milhão para 3 milhões ao ano.
O ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Valter Casimiro, estará em Uberlândia hoje à tarde numa visita técnica às obras de recuperação da pista de pouso e decolagem, que já estão em execução, e deverá dar mais detalhes sobre a reforma. Ainda sobre as obras na pista, cujo investimento é de R$ 7,15 milhões, estão sendo feitas a implantação de grooving, que são ranhuras no asfalto para evitar o acúmulo de água pluvial e o deslizamento de aeronaves na hora do pouso. Além de dar mais segurança nas operações, a iniciativa também vai permitir o amento do número de voos. A previsão é que esse serviço seja concluído até dezembro.

Ainda há a previsão de investir outros R$ 3 milhões este ano na adequação do balizamento luminoso da pista de pouso e decolagem. O projeto já foi concluído em maio deste ano e aguarda licitação. As obras no terminal de passageiros contemplam a ampliação das salas de embarque, desembarque e das áreas comerciais e de alimentação, além dos sanitários. A área do terminal passará dos atuais 3.325 m2 para 5.525 m2. Na sala de desembarque ainda será instalado mais uma esteira de bagagens. A capacidade de vistoria de bagagens e passageiros também será ampliada com a instalação de um novo equipamento de Raio X – hoje existem três aparelhos.

MONTE ALEGRE
Ministro assina ordem de serviço para a BR-365


Antes de chegar a Uberlândia, o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil visitará os municípios de Ituiutaba e Monte Alegre de Minas para anúncio de obras de infraestrutura viária. Em Ituiutaba, Valter Casimiro anunciará a retomada das obras de pavimentação de 14 quilômetros da BR-154, no segmento entre Ituiutaba e a comunidade de Bastos.

Já em Monte Alegre acontece a assinatura da ordem de serviços para início das obras de construção e adequação de capacidade da travessia urbana da BR-365. O projeto contempla a construção de trincheira de pista dupla e a instalação de duas passarelas, permitindo a ligação entre as duas partes do município. Atualmente, os moradores se arriscam na travessia da rodovia, com volume mais intenso de pedestres nos horários de início e término de turno escolar. Para esse trecho, serão investidos cerca de R$ 28 milhões.

As obras de duplicação no trecho urbano da BR-365 em Monte Alegre estavam paralisadas há vários anos. O último entrave para a intervenção no trecho foi resolvido este ano com a retirada das famílias que ainda residiam na beira da rodovia. O trabalho também teve a articulação dos deputados federais Tenente Lúcio e Aelton Freitas, ambos do PR, mesmo partido do ministro dos Transportes. 

Xapetuba e trevão

Segundo o deputado federal Tenente Lúcio, a retomada das obras no trevo de Xapetuba – no entroncamento das BRs 365 e 452 - e no Trevão de Monte Alegre – na confluência das BRs 365 e 153 – só deverão ser retomadas com a privatização do trecho já duplicado. 
As duas obras integravam o mesmo pacote que resultou na duplicação da BR-365 entre Uberlândia até o Trevão. Com a retomada das obras em Monte Alegre, restam ainda os viadutos nos dois trevos que fazem a ligação entre as rodovias federais.
“As obras tiveram que ser desmembradas. Essas duas (Trevão e Xapetuba) são mais demoradas por causa das ações trabalhistas e agora devem passar para a iniciativa privada. Quando licitar o trecho da 365, a empresa vencedora é que vai fazer as obras”, disse Lúcio. Ainda segundo o deputado, há intenção de que o processo de privatização seja lançado ainda no atual governo. 

O viaduto na região de Xapetuba começou a ser construído em 2011 e a obra foi interrompida em 2014, após a queda de uma das vigas provocar a morte de um trabalhador. Depois disso, a empresa responsável abandonou a obra. Desde o fim do ano passado, há uma decisão da Justiça Federal, motivada por ação do Ministério Público Federal, determinando a finalização das obras.
Já as intervenções no Trevão sequer tiveram início. 

TAIAMAN
Obras de trincheiras podem ser anunciadas


A retomada das obras de uma trincheira no bairro Taiaman, na BR-365 em Uberlândia, pode acontecer ainda neste ano, segundo informações do deputado Tenente Lúcio. Ele disse que o ministro dos Transportes deverá retornar a Uberlândia no início de julho para novo anúncio. Além da obra que liga os bairros Taiaman, Dona Zulmira e Guarani, na região Oeste, ainda há previsão para que seja anunciada a construção de outra trincheira no trevo Osvaldo Oliveira, que fica na BR-365, nas proximidades da avenida Marcos de Freitas Costa. 
Essas duas obras fazem parte do mesmo pacote que contempla a reconstrução de dois viadutos na BR-365 (próximos a Calu) e construção de quatro passagens elevadas – duas já foram concluídas.
As obras das duas trincheiras foram anunciadas em 2012, sendo que a do Taiaman teve um início de atividade em setembro de 2013. Um mês depois o trabalho foi interrompido por causa de uma falha encontrada no projeto. Os trabalhos foram retomados em 2014 e paralisados novamente.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »