21/06/2018 às 09h24min - Atualizada em 21/06/2018 às 09h24min

Campanha de vacinação contra gripe termina nesta sexta-feira

MARIELY DALMÔNICA | REPÓRTER
Quem for vacinar deve levar um documento pessoal e o cartão de vacina (Divulgação)
A campanha nacional de vacinação contra a Influenza se encerra amanhã nas 70 salas de saúde do município. De acordo com a Prefeitura de Uberlândia, das 154 mil pessoas que devem se imunizar, cerca de 134 mil já receberam a dose desde o início da campanha, no dia 23 de abril. Entre os grupos prioritários, apenas os idosos estão com mais de 90% da cobertura vacinal na cidade. As gestantes seguem com 54%, e as crianças, com 53%.
Quem se enquadra no grupo prioritário pode se vacinar nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Unidades Básicas de Saúde (UBS) das 7h30 às 16h30, e nas Unidades de Atendimento Integrado (UAIs), exceto São Jorge e Morumbi, das 8h às 20h. No grupo prioritário entram idosos a partir dos 60 anos, crianças de 6 meses a menor de 5 anos, pessoas com comorbidades, gestantes, mulheres pós-parto até 45 dias, professores da rede pública e privada, profissionais da saúde, funcionários do sistema prisional e pessoas privadas de liberdade.
“As pessoas que estão dentro do grupo de risco têm maior chance de apresentar complicações com essa gripe. Vale lembrar que não é um resfriado qualquer, é uma doença que pode levar a óbito. Temos mais de 10 mil crianças que ainda não vacinaram e 3 mil gestantes”, disse Cláubia Oliveira, coordenadora do Programa de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde.
Quem for vacinar deve levar um documento pessoal e o cartão de vacina. Grávidas também devem portar o cartão da gestante, mulheres que estão de pós-parto até 45 dias devem levar um documento que comprove a gestação (cartão da gestante ou certidão de nascimento do filho), e os professores, profissionais da saúde e do sistema prisional devem portar um documento que comprove o vínculo profissional.
A vacina contra a Influenza é segura e reduz complicações de casos graves da doença, internações, ou até mesmo óbitos. A dose protege contra três tipos de influenza: A/H1N1, A/H3N2 e B. Pessoas que têm alergia a ovo e seus derivados não devem receber a vacina.
Ainda segundo Cláubia Oliveira, a vacinação será aberta para outros públicos se sobrarem doses para aplicação. “Nós precisamos avaliar esta abertura após o fim da campanha, na sexta-feira. Se formos liberar, as doses serão destinadas para crianças entre 5 e 9 anos e pessoas entre 50 e 59 anos.”
 
CASOS REGISTRADOS
 
De acordo com o último boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, 105 casos de Influenza foram registrados em Minas Gerais neste ano. Doze casos foram computados pela Superintendência Regional de Saúde de Uberlândia (SRS), que abrange 18 municípios.  
Dos casos gerados pelo vírus influenza no estado, 49 foram causados pelo subtipo A/H3 sazonal, 35 por Influenza A não subtipado, 16 por A/H1N1 e cinco por Influenza B. Dos casos registrados pela regional de Uberlândia, três foram causados pelo subtipo A/H1N1, três por A/H3 sazonal e seis por Influenza A não subtipado. Ainda houve um óbito por Influenza A não subtipado e um óbito por A/H1N1 na região.


 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »