22/05/2018 às 12h22min - Atualizada em 22/05/2018 às 15h47min

BRF tem atividades interditadas em Uberlândia

Operações em algumas áreas produtivas da empresa foram suspensas por risco aos trabalhadores

LEONARDO LEAL | ESPECIAL PARA O DIÁRIO
O frigorífico da BRF fica localizado no bairro São José, na zona norte de Uberlândia | Foto: Reprodução/Facebook
 
A partir de uma fiscalização do Ministério do Trabalho, algumas atividades do frigorífico da BRF em Uberlândia foram interditadas. Segundo a pasta, a interdição ocorreu após ser constatado risco iminente à integridade física dos trabalhadores. A vistoria foi realizada entre os dias 15 e 18 deste mês e faz parte de uma estratégia nacional de fiscalização em setores específicos, como frigoríficos.

Na parte interditada na unidade localizada no bairro São José, zona norte da cidade, estão a área de máquinas e equipamentos como caldeira à lenha, mesa de vísceras de abate, serras circulares e duas centrífugas. Também foram suspensas as atividades de desossa, separação e rebobinação de tripas, movimentação de cargas em vários setores nas áreas de suínos, industrializados e com paleteiras manuais. Já o trabalho em altura foi vetado por falta de cumprimento das normas de segurança no trabalho.

De acordo com a área técnica do Ministério do Trabalho, não há um prazo previamente estipulado para o fim da interdição da unidade, que conta com cerca de 4 mil empregados. “As atividades podem ser retomadas de forma parcial ou total à medida que os problemas forem sanados e após reavaliação por auditoria fiscal.”

O Ministério do Trabalho informou que, para trabalhadores da unidade, “foram 384 benefícios concedidos pelo INSS, nos anos de 2016 e 2017, com afastamento superior a 15 dias, que possuem Nexo Técnico Epidemiológico Presumido (NTEP), nos termos do Regulamento da Previdência Social, aprovado pelo Decreto no 3.048, ou seja, somente afastamentos de doenças e acidentes que têm relação com o Código Nacional da Atividade Econômica (CNAE) -  1012-1/03 - Frigorífico - Abate De Suínos”.

OUTRO LADO

Em nota, a BRF confirmou que técnicos da gerência regional do Ministério do Trabalho realizaram vistorias em seu complexo fabril em Uberlândia. Na ocasião, o órgão determinou a interdição preventiva de parte das operações da unidade. “A companhia mobilizou uma equipe multidisciplinar para avaliar e, quando aplicável, implementar os ajustes solicitados. Neste sentido, será encaminhado à gerência regional do Ministério do Trabalho de Uberlândia um pedido de suspensão parcial da interdição. A companhia trabalha com afinco para retomar as atividades o mais rápido possível”, diz o comunicado.
 
Atualizado às 10h de 23/05/18 para acréscimo de informações.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »