21/05/2018 às 13h46min - Atualizada em 21/05/2018 às 17h18min

Suspeito de atear fogo na namorada é preso ao tentar visitá-la

Vítima teve queimaduras em 24% do corpo

VINÍCIUS LEMOS | REPÓRTER
 
Um homem de 32 anos foi preso ontem (20) ao tentar visitar a namorada que está internada no Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). Ele é suspeito de tentar matar a mulher, de 30 anos, que teve queimaduras de primeiro e terceiro graus em 24% do corpo, de acordo com informações do hospital.

A tentativa de homicídio, segundo os militares, aconteceu no bairro Lídice, região central da cidade, quando o casal estava na casa da vítima. Houve uma briga entre os dois, após ambos terem ingerido bebida alcóolica. No quarto, a mulher relatou que foi surpreendida pelo namorado, que teria despejado uma garrafa de álcool sobre ela e depois ateado fogo. Ela correu para o banheiro e conseguiu apagar as chamas em seu corpo no chuveiro. O autor fugiu.

O Corpo de Bombeiros foi chamado e uma equipe fez o socorro da mulher. No HC-UFU, foram constatadas queimaduras nos braços, pernas, abdômen e também no rosto. Apesar do estado de saúde grave, a mulher seguia estável.

PRISÃO

O que chamou a atenção foi que o suspeito tentou visitar a namorada no hospital. A PM foi chamada pelos próprios funcionários do HC-UFU. Ao ver a chegada da polícia, ele tentou fugir, mas foi contido.

O homem contou aos militares que realmente havia bebido e usado outra substância e que chegou a brigar com a namorada, mas afirmou que não foi ele que havia queimado a vítima.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »