19/04/2018 às 12h17min - Atualizada em 19/04/2018 às 12h17min

Justiça marca audiência de Fábio Guedes para junho

Promotor está afastado e responde, neste processo, por improbidade administrativa

VINÍCIUS LEMOS | REPÓRTER

Foi marcada para o dia 13 de junho a audiência de instrução e julgamento do promotor afastado Fábio Guedes de Paula Machado no processo por improbidade administrativa que corre na 1ª Vara de Fazenda Pública em Uberlândia. Além dele, é ré a advogada Vera Lúcia Serralha Mendes. Eles também são réus em dois processos criminais, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, ainda sem prazo para julgamento.

Ambos são acusados de criarem um esquema em que o promotor abria investigações na promotoria de Meio Ambiente em Uberlândia e propunha ações nas quais a advogada seria defensora. Ela, então, negociava valores para que os processos fossem extintos e, depois, dividia parte do dinheiro com Guedes.

Na audiência de instrução e julgamento são ouvidas acusação e defesa, testemunhas e os réus, para que depois sejam feitas alegações finais e, posteriormente, o juiz dê a decisão, o que acontece pós-audiência. Não há um prazo para que seja emitida a sentença.

A reportagem do Diário de Uberlândia entrou em contato com os advogados de Fábio Guedes e Vera Lúcia Serralha, em Belo Horizonte, mas até a publicação desta reportagem não houve retorno das ligações.

Um procedimento disciplinar afastou oficialmente o promotor em junho de 2016, quando o Ministério Público Estadual (MPE) definiu disponibilidade compulsória, o que quer dizer que não exerceria a profissão, mas continuaria ser a pago até o fim do julgamento do Processo Disciplinar Administrativo (PDA) e, no fim no processo, ele será exonerado ou reintegrado.

A reportagem também entrou em contato com a assessoria do MPE para saber qual é a atual situação de Guedes na instituição e aguarda retorno.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »