05/04/2018 às 17h13min - Atualizada em 05/04/2018 às 17h13min

UAIs terão sistema de ponto biométrico

Medida foi recomendada pelo Ministério Público do Trabalho e dá mais segurança e eficiência

DA REDAÇÃO
Serão instalados 12 equipamentos de pontos biométricos em seis unidades de saúde | Foto: Marcos Crepaldi/ SecomPMU

A partir da segunda quinzena de abril, os funcionários das Unidades de Atendimento Integrado (UAIs) de Uberlândia terão o controle da jornada de trabalho monitorado por sistema biométrico. A instalação de novos pontos já começou a ser feita pela Secretaria Municipal de Saúde e vale para todos os funcionários, inclusive médicos.

Ao todo, serão instalados 12 pontos biométricos nas UAIs Martins, Roosevelt, Planalto, Luizote, Morumbi e Tibery, registrando a jornada de trabalho de aproximadamente 1,4 mil funcionários. Essas unidades eram administradas pela Fundação Saúde do Município de Uberlândia (Fundasus) e, até o fim de maio, estarão sob a responsabilidade da Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM).

Na UAI Pampulha e na UPA São Jorge, administradas pela Missão Sal da Terra, a biometria já é utilizada para controlar o horário de expediente.

A instalação dos pontos biométricos acontece em cumprimento a uma ordem judicial do Ministério Público do Trabalho e garante mais segurança no fechamento da folha de ponto mensal. O aparelho coleta as impressões digitais dos colaboradores e facilita o armazenamento de informações referentes à jornada de trabalho.

O mecanismo também permite que o Município otimize custos e evite eventuais irregularidades na contagem do tempo de trabalho de cada funcionário.

Ano passado, por exemplo, alguns vereadores denunciaram na tribuna da Câmara Municipal o pagamento o integral de plantões médicos sem a devida comprovação das horas trabalhadas. Em alguns casos, os documentos apontavam o pagamento de salário superior a R$ 30 mil por serviços prestados.

Um levantamento feito pelo gabinete do vereador Silésio Miranda (PT) com base nas escalas de plantão das UAIs divulgadas diariamente pela Prefeitura, e comparado ao salário bruto de alguns profissionais, constatou indícios de pagamento irregular a pelo menos cinco médicos. Segundo a denúncia, em março do ano passado quatro médicos não estavam em nenhuma das escalas de plantão das UAIs, mas receberam os vencimentos como se tivessem feito as respectivas horas. Um quinto médico chegou a fazer 156 horas de plantão, mas teria recebido pelo valor de 264 horas.

TREINAMENTO 

A operação do sistema biométrico foi tema esta semana de um treinamento realizado pela Prefeitura Municipal com os coordenadores dos setores de departamento pessoal e administrativo de todas as unidades que contarão com registro informatizado.. “Estes equipamentos vão agregar tecnologia aos processos administrativos, que antes eram todos manuais”, disse o coordenador técnico do setor oeste, Pérsio Matos Amaral.

Há seis anos trabalhando para o Município, a encarregada do setor de Departamento Pessoal da UAI Martins, Laura Gomes Santos, vê a chegada dos equipamentos como uma forma de aprimorar as ações desenvolvidas pelas equipes administrativas das unidades. “O ponto biométrico vai melhorar em 100% nosso trabalho, principalmente em relação à organização e agilidade para fechar a folha de ponto. Vamos ganhar muito tempo e ter dados com muito mais rapidez”, comentou.

A expectativa é que a instalação dos equipamentos seja finalizada até o final da semana para iniciar o cadastramento dos funcionários e, consequentemente, a eliminação do ponto manual até o dia 15 de abril.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »