22/03/2018 às 19h17min - Atualizada em 22/03/2018 às 19h17min

Operação da PM antecipa segurança para Páscoa

VINÍCIUS LEMOS | REPÓRTER
Policiais de quatro batalhões participam da operação na área da 9ª RPM | Foto: Vinícius Lemos
 
A Polícia Militar deu início hoje (22) à Operação Fecha Região, que terá sequência até a Semana Santa e envolve aproximadamente 800 militares em quatro batalhões em toda a área da 9ª Região da Polícia Militar (PM). O lançamento do 32º BPM aconteceu na tarde desta quinta-feira, no bairro Planalto, quando o policiamento iniciou as primeiras atividades. Na manhã desta sexta, o 17ª BPM lança seu efetivo.

Pouco depois das 15h, cerca de 30 viaturas, além da presença do helicóptero Pegasus, iniciaram o patrulhamento e demais ações nas regiões oeste e norte de Uberlândia. Apenas nos bairros destas regiões da cidade, 170 policiais estarão empenhados na operação. Além 17º, também em Uberlândia, o 53º BPM, em Araguari, e o 54º BPM, em Ituiutaba, também estão envolvidos em suas respectivas áreas de abrangência.

O objetivo é a prevenção de crimes de qualquer natureza, com ações específicas para cada setor. Os policiais estarão em pontos considerados de maior potencial para crimes, a exemplo de regiões comerciais, e a presença de grande efetivo inibe ações delituosas. Entre as ações estão blitze ativas, com verificação de documentação, mas com abordagens e consultas sobre mandados de prisão, por exemplo, além de buscas por armas ilegais e drogas.

O comandante do 32º BPM, tenente coronel André Márcio, explicou que a ação antecipa o feriado prolongado, que começa na Sexta-feira Santa e vai até o domingo de Páscoa. “Estamos intensificando a presença policial, fazendo a prevenção ativa, onde o policiamento fica em locais estratégicos”, disse. Hoje mesmo uma blitz na avenida José Fonseca e Silva, abaixo do viaduto da BR-365, marcou a primeira atividade após a colocação do policiamento da operação nas ruas.

O comerciante Cláudio Lima, da região do Planalto, afirmou ao Diário que se sente mais seguro. “Quando os policiais saem, faz grande barulho com as sirenes, e teve ainda o helicóptero. Chama atenção, nossa e dos bandidos também, né?”, disse.
 
1ª OCORRÊNCIA

A primeira ocorrência ligada à operação aconteceu no bairro Dona Zulmira, onde duas pessoas foram presas suspeitas de receptação. De acordo com a PM, uma caminhonete foi avistada e houve a desconfiança em relação à atitude dos ocupantes do veículo. Motocicletas e até o helicóptero da polícia seguiram o automóvel e, durante a abordagem, descobriu-se que ele tinha sido roubado na cidade de Monte Alegre de Minas, ainda nessa quinta. Outros pertences das vítimas também foram encontrados no veículo.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »