13/03/2018 às 10h42min - Atualizada em 13/03/2018 às 10h42min

Pianista de Uberlândia se apresenta em Nova York

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
Laura Boaventura estuda piano desde os 7 anos e está prestes a realizar um grande sonho em Nova York | Foto: Atem Bruck/Divulgação

A pianista Laura Boaventura, de 32 anos, está prestes a realizar um grande sonho. Nesta quarta-feira (14) ela estará no palco da tradicional casa de espetáculos Carnegie Hall, em Nova York. A uberlandense foi a vencedora na categoria Piano Sênior do Classical Music Awards International Competition, que anunciou seus eleitos em janeiro. O concurso tem como objetivo descobrir artistas de personalidade excepcional e oferecer prêmios que possam ajudar a lançar carreiras internacionais.

“Quando vi o e-mail não acreditei. O coração disparou. Me apresentarei no Weill Recital Hall do Carnegie Hall, um lugar muito importante para a música clássica. Fiquei também surpresa com essa conquista porque a categoria sênior é muito abrangente, não tem limite de idade e recebe inscrições de todo o mundo”, contou Laura ontem, em entrevista ao jornal Diário de Uberlândia, poucas horas antes do embarque para a Big Apple.

Antes de atender a ligação do Diário, a pianista estava... estudando. “Não sai do piano”, disse a mãe, a bailarina e empresária Guiomar Boaventura que vai acompanhar a filha em Nova York, onde ela também terá na plateia a audiência de uma irmã e do cunhado.

Laura concorreu com a gravação em vídeo da música “Chaconne em Ré menor” de Bach Busoni, composição com a qual trabalhou por muitos anos, especialmente durante seu doutorado em Práticas Interpretativas na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRS) sob orientação da professora-doutora Cristina Capparelli, também uberlandense e do professor Fredi Gerling. 

“Essa música tem um conteúdo que sempre me agradou e é muito desafiadora”, disse a pianista que amanhã apresentará “Lullaby”, composição de 1872 assinada por Tchaikovsky e Sergei Rachmaninoff.

A uberlandense está com as melhores expectativas possíveis para a apresentação desta quarta-feira e afirma que não teria conseguido essa conquista se não fosse por muito estudo e dedicação ao piano e o apoio da família e seus mestres desde o Conservatório Estadual de Música Cora Pavan Capparelli, onde ingressou aos sete anos, até o Conservatório Rimsky Korsakov em São Petersburgo, na Rússia, onde entrou em 2008.

Uma das apresentações mais recentes da pianista em Uberlândia foi na edição de outubro passado do projeto In Cantus. Além de concertos por todo o Brasil Laura Boaventura já se apresentou na Rússia, na Dinamarca, na Argentina, no México, na Suíça, na Espanha, na Suécia e na Finlândia.

CARNEGIE HALL

O Carnegie Hall é uma das mais tradicionais salas de espetáculos de Nova York e fica na Sétima Avenida em Midtown Manhattan. O filantropo Andrew Carnegie deu ao arquiteto William Tuthill a missão de construir a casa de espetáculos em 1890 e a inauguração foi em 1891. De estilo renascentista italiano, o prédio tem o Registro Nacional de Lugares Históricos desde 1966 e é um Marco Histórico Nacional dos Estados Unidos desde 1962. 

O local pode receber até 2,8 mil pessoas e por seu palco já passaram nomes como Gustav Mahler, Piotr Tchaikovsky, Maria Callas, Bob Dylan e os brasileiros Tom Jobim e João Gilberto.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »