07/03/2018 às 10h20min - Atualizada em 07/03/2018 às 10h20min

Mutirão de limpeza é realizado em Uberlândia após forte chuva

Temporal desta terça-feira inundou vias e gerou transtornos no município; água também invadiu Parque do Sabiá e causou prejuízos no Fórum

DA REDAÇÃO
Mutirão trabalhou no Parque do Sabiá e imediações | Foto: Secom/PMU/Divulgação

Equipes da Defesa Civil, das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbanístico, Obras, Trânsito e Transportes, bem como do Dmae, Corpo de Bombeiros e Cemig realizam, na manhã desta quarta-feira (7), um mutirão de reparos e limpeza em Uberlândia em função da forte chuva que atingiu a cidade na tarde de terça-feira (6). Foram registrados pontos de alagamento, quedas de árvores e enxurradas.

Em nota, a Prefeitura explicou que estão em execução as seguintes ações: limpeza de bocas de lobo, bueiros, redes e vias; supressão e retirada de árvores caídas; limpeza e manutenção do Parque do Sabiá; mapeamento dos locais com danos ao asfalto para realização do tapa-buracos; sinalização de áreas danificadas e isolamento de trechos onde estão sendo executados os serviços.

Segundo o capitão João Batista Afonso, diretor da Defesa Civil de Uberlândia, a precipitação foi intensa. “Foram ventos com variação de 50,4 a 56,52 km/h e 24,6 milímetros de chuva. Entre as 17h e 18h, horário em que a chuva foi mais forte, foram registrados 18,4 milímetros de água, mais que o dobro para todo o período. Por isso nós emitimos um alerta antecipado, solicitamos atenção da comunidade, mobilizando as autoridades para atuar preventivamente”, expôs Afonso.

O capitão também explicou que o fenômeno causou a queda de 10 árvores, que estão sendo recolhidas pelas equipes do Horto Municipal e Bombeiros. “Algumas regiões da cidade apresentaram enxurradas e alagamentos, como os setores sul, leste e região central. Então as equipes da Settran fizeram o isolamento desses perímetros para garantir a segurança dos motoristas e usuários do transporte coletivo”, salientou.

Também em virtude da forte chuva, o Parque do Sabiá estará fechado até às 14h desta quarta-feira (7).

CHUVA

A chuva que atingiu Uberlândia no final da tarde de terça-feira (6) causou inundação em parte do Parque do Sabiá, afetou avenidas em bairros da zona leste e derrubou árvores em vários pontos da cidade. Parte do teto do Fórum também foi afetado e, por isso, não haverá expediente nesta quarta-feira. Até a publicação deste texto, não foi registrado nenhum atendimento com feridos.

Com quase 25 milímetros de precipitação, a chuva caiu, principalmente, entre 17h e 19h. Avenidas como Anselmo Alves dos Santos, no Santa Mônica, Benjamin Magalhães, no Tibery, e a Rondon Pacheco, entre o Santa Mônica e o Cazeca, foram as mais afetadas. Vias entre a BR-050 e o bairro Custódio Pereira também ficaram cheias d’água, o que deixou o trânsito lento até mesmo na rodovia. Por conta disso, uma série de veículos acabou tendo pane elétrica e chegou a ser levada por enxurradas fortes em diferentes locais. 

Na avenida Anselmo, uma mulher precisou de ajuda dos bombeiros para sair do carro, que parou no meio da inundação em uma rotatória na entrada do bairro Tibery.

No mesmo bairro, a enxurrada também invadiu boa parte do Parque do Sabiá, o que deixou uma série de áreas alagadas e forçou o fechamento do local. A Futel informou que o parque fica fechado até as 14h desta quarta para limpeza. “Profissionais da Fundação trabalham para realizar os devidos reparos em virtude dos danos causados”, informou o Município por meio de nota.

Ainda no Tibery, na Praça das Nações, um fio de energia foi encontrado partido e ficou exposto, o que demandou o isolamento da área. Pelo menos quatro grandes árvores caíram e obstruíram vias pela cidade. As rajadas de vento durante a chuva chegaram a mais de 55 km/h.

FÓRUM

O prédio do Fórum, inaugurado em dezembro, apresentou infiltrações. Placas do forro mineral, que se deteriora com água, caíram em algumas salas. Por conta dos problemas causados, o expediente só voltará na quinta-feira.

O diretor do Foro, juiz Lourenço Migliorini, baixou uma portaria com a determinação da suspensão dos trabalhos e ainda citou problemas anteriores, como elevadores com mal funcionamento.

Funcionarão nesta quarta-feira apenas as audiências de custódia e outras medidas de caráter urgente.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »