23/02/2018 às 16h44min - Atualizada em 23/02/2018 às 17h50min

Projeto passa a oferecer bikes de graça na cidade

Grupo consegue incentivo e também vai ensinar ciclismo nas escolas

VINÍCIUS LEMOS | REPÓRTER
Bicicletas do Udibike podem ser retiradas em quatro estações, duas delas na zona leste | Foto: Divulgação
 
Mudanças no projeto Udibike e sua inclusão na Lei de Incentivo ao Esporte fizeram com que o compartilhamento das bicicletas em Uberlândia ficasse gratuito. Com a reformulação do programa, implantado há pouco menos de dois anos, e o apoio financeiro, instrutores visitarão escolas municipais e ensinarão crianças a andarem de bicicleta. Com as novidades, o projeto poderá ganhar até 30% mais usuários e número de viagens, de acordo com estimativa do Instituto Saúde e Equilíbrio, que está à frente da ação.

O Udibike é constituído de quatro estações com 40 bicicletas disponíveis para a população, que antes tinha que fazer uma contribuição simbólica pelo uso. Desde o dia 7 deste mês, contudo, basta apenas fazer o cadastro por meio do site do projeto para usar as bicicletas. Será pedido um cartão de crédito como forma de garantia por avarias ou demais problemas que, por acaso, venham acontecer.

O fundador do Instituto Saúde e Equilíbrio, Clovison Elberth Alves Gonçalves, explicou que o incentivo do Governo Federal determina que o projeto seja gratuito, mas ao mesmo tempo haverá a expansão para alunos da rede municipal de ensino. O trabalho será feito inicialmente na escola municipal Glaucia Santos Monteiro, a partir de março, quando dois instrutores vão trabalhar com turmas de seis alunos até atingir o total dos estudantes que não sabem pilotar uma bicicleta.

Um levantamento do instituto mostra que um em cada quatro alunos nunca conseguiu andar num bicicleta. “Uma ação complementa a outra no futuro. Não adianta termos as bicicletas disponíveis se ninguém puder ou souber andar”, disse Clovison Gonçalves.

FUNCIONAMENTO

O horário de funcionamento do Udibike é das 5h às 22h. O cadastro é feito apenas no site, não sendo possível realizá-lo nos totens das estações. A inscrição é feita com a inclusão dos dados pessoais e de um cartão de crédito válido, além da criação de uma senha de 4 dígitos que será utilizada para retirar uma bicicleta no totem, junto com o número do CPF.

A utilização das bicicletas é gratuita e permitida por 2h. É preciso um intervalo de dez minutos para retirar uma nova bicicleta. Caso fique por mais que o permitido, o usuário é bloqueado por três dias no sistema. A devolução da bicicleta poderá ser feita em qualquer uma das estações do projeto. Qualquer imprevisto no passeio ou na devolução pode ser comunicado para a Central de Atendimento do projeto, pelo telefone 0300 3132 420 ou mensagem Whatsapp no número (11) 97386-6736.

As estações estão espalhadas na avenida Rondon Pacheco e no bairro Granja Marileusa, na zona leste.
 
BMX

Além do Udibike, outro projeto de incentivo ao ciclismo começou a ser implementado nesta semana em escolas da rede municipal, por meio de uma parceria entre Secretaria Municipal de Educação e o Instituto Saúde e Equilíbrio.

Denominado BMX Saúde e Equilíbrio III, o projeto destinará um instrutor profissional para introduzir, nas aulas de educação física, conteúdo relacionado ao ciclismo.

Esta ação também inclui apresentações de ciclismo nas escolas, além de aplicação de conteúdos de sociabilidade e espírito esportivo.

As três primeiras unidades a receberem a prática são as Escolas Municipais Irmã Odélcia Leão Carneiro, Inspetora France Abadia e EMEI Cora Coralina.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »