20/02/2018 às 14h09min - Atualizada em 20/02/2018 às 14h09min

Settran prorroga vistoria de vans

DA REDAÇÃO

A Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settran) prorrogou o prazo de vistoria de vans de transporte escolar e fretamento de Uberlândia para até o dia 28 de março. O último dia de vistoria seria 14 de fevereiro, porém, optou-se pelo prolongamento do prazo uma vez que pouco mais de um terço dos 640 permissionários compareceram ao procedimento, conforme informou reportagem do Diário de Uberlândia.

Após o novo prazo estipulado, os motoristas que estiverem irregulares estarão impedidos de exercer a atividade. O flagrante da situação pode render multa de R$ 321,47, além do processo que pode levar à cassação da permissão de transporte pelo Município.

A vistoria visa garantir a segurança do transporte de passageiros. Neste sentido, os fiscais da Settran avaliam elementos como mecânica, pneus, faróis, direção, condição dos estofamentos, freio e extintor, por exemplo.

Conforme informou o Diário, uma série de fatores pôde explicar a baixa procura dos motoristas pelas vistorias, inclusive o prazo maior que houve em 2017 e a própria cultura de espera por uma prorrogação. “Um decreto de 2016 estipulou 60 dias de prazo para as vistorias (em 2017), o que se transformou em 90 dias com prorrogação”, disse o diretor de Fiscalização e Transportes, Ubiratan Floriano.

Ele citou também outros problemas que poderiam levar à dificuldade nas vistorias, como cursos obrigatórios em atraso, a exemplos dos de primeiros-socorros e transporte de passageiros, habilitações com pendências, impostos atrasados ou até demandas mecânicas dos veículos.

As vistorias são feitas por meio de agendamento e acontecem de segunda a sexta-feira, das 8h às 11h e das 13h às 17h. Os proprietários precisam, inicialmente, procurar o Núcleo de Serviços de Táxi e Transportes Diversos, na rua Maria Dirce Ribeiro, 476, bairro Santa Mônica, na zona leste, para apresentar a documentação exigida. Em seguida, agendar um horário pelo telefone 3210-6923.

O trabalho ocorre em um galpão com a estrutura adequada para a vistoria, localizado na avenida Afonso Pena, 4.814, no bairro Umuarama.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »