06/02/2018 às 17h16min - Atualizada em 06/02/2018 às 17h16min

Movimento adia ato com Lula para dia 21

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER

Previsto inicialmente para esta quinta-feira (8), o ato público promovido por movimentos sociais que contaria com a presença do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, em Uberlândia, foi adiado para o dia 21. O evento visa defender a candidatura de Lula à Presidência da República para as eleições de outubro.

O ato está programado para acontecer na fazenda do Glória, que passa por processo de regularização fundiária. Também está prevista a vinda do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel.

Segundo o advogado Igino Marcos, representante da Pastoral da Terra, um dos movimentos que organiza a vinda o ex-presidente, a equipe de Lula não informou o motivo do adiamento, mas pode haver conexão com o lançamento da pré-candidatura do petista, que aconteceria amanhã, em Belo Horizonte, mas que também foi adiado para o dia 21 após dificuldades para mobilizar militantes durante o período pré-Carnaval.

“O evento em Uberlândia será realizado no período da manhã, enquanto a ação em BH acontecerá à tarde, permitindo esse tempo de deslocamento”, afirmou Igino Marcos. Em Uberlândia o evento também é organizado pelos movimentos dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e dos Sem Terra (MST).

Líder nas pesquisas de intenção de votos para a Presidência, Lula foi condenado em janeiro a 12 anos e um mês de prisão pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região no caso do tríplex de Guarujá. As defesas do ex-presidente e a do próprio PT nacional têm reforçado que irão tentar todos os recursos possíveis para manter Lula na disputa eleitoral.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »