16/01/2018 às 18h06min - Atualizada em 16/01/2018 às 18h06min

Foragido de Pernambuco é preso em Uberlândia

Homem era procurado por homicídio e também suspeito de abusar da enteada

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Homem teria cometido um assassinato em Petrolina no ano de 2010 / Foto: Divulgação

Um homem, de 37 anos, foragido da Justiça de Pernambuco, foi preso no dia 12 janeiro, em Uberlândia. Ele era procurado com acusação de assassinato desde 2010. Hoje, após novas investigações, a Polícia Civil confirmou que o suspeito abusava da enteada de 14 anos e, por isso, também será indiciado por estupro de vulnerável.

De acordo com a delegada Alessandra Rodrigues da Cunha, a polícia chegou até o suspeito após ele ter espancado a enteada no dia 11 de janeiro. Ele foi encaminhado até a delegacia, mas, no local, a mãe da vítima pediu que a menina não confirmasse as agressões e o padrasto foi liberado.

Porém, no dia seguinte, uma vizinha levou a vítima até a delegacia novamente e ela confirmou que havia sido agredida pelo padrasto. Ele foi detido e após buscas no sistema da polícia soube-se que havia um mandado de prisão em aberto contra ele em Petrolina (PE).

"Em 2010, após uma aposta em um jogo de baralho, ele pegou uma espingarda e matou outro homem. Desde então ele estava foragido e veio parar em Uberlândia", disse a delegada Alessandra Cunha durante entrevista coletiva na tarde de hoje.

Sobre o abuso, a delegada afirmou que soube do fato hoje, quando ouvia o depoimento da vítima. "Ela diz que os abusos começaram aos 13 anos e que em diversas vezes ele passava as mãos pelo corpo dela. Também temos a informação de que o suspeito teria ameaçado matar o enteado, de 16 anos."

Em relação à mãe das vítimas e companheira do suspeito, a delegada afirmou que a suspeita é de que ela era conivente com essas situações e deverá responder pelo crime de omissão.  Os filhos dela serão levados para os cuidados dos avós maternos em Petrolina.

O suspeito está no presídio Jacy de Assis e aguarda decisão da Justiça para saber se continuará detido aqui ou será transferido para Pernambuco.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »