20/11/2017 às 16h28min - Atualizada em 20/11/2017 às 16h28min

Força Integrada apreende 1,5 tonelada de maconha

Também foi encontrado skank e carro roubado; 3 pessoas foram presas

DA REDAÇÃO
Segundo policiais, parte da droga ficaria em Uberlândia para ser distribuída na cidade / Foto: PF/Divulgação

 

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) apreendeu 1,5 tonelada de maconha, 30 kg de skank (versão mais forte da droga) e uma caminhonete roubada na madrugada do último sábado (18), em Uberlândia. Três pessoas foram presas na operação: os dois ocupantes do veículo, de 18 e 20 anos, e um homem de 45 anos, que receberia a carga na cidade.

Segundo o delegado da Polícia Federal (PF), Carlos Henrique Cotta D'Ângelo, a equipe da FICCO-MG conseguiu informações de que o veículo passaria por Uberlândia para descarregar as drogas e depois seguiria para o Rio de Janeiro. Policiais começaram a abordagem do veículo na BR-153, mas os criminosos furaram o bloqueio policial. O veículo foi interceptado na BR-497 e os ocupantes presos.

Ainda de acordo com D'Ângelo, os dois jovens presos são do Mato Grosso do Sul. Já o homem é natural do Rio de Janeiro e tem diversas passagens pela polícia. Parte da droga ficaria em Uberlândia para ser distribuída na cidade. Os policiais ainda trabalham para identificar e localizar os donos da droga apreendida.

O trabalho foi realizado em parceria com a Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Administração Prisional e Receita Estadual.

 

FICCO

A Ficco é uma força-tarefa criada com o objetivo de intensificar o combate ao crime organizado, por meio de ações de Inteligência. A atuação está focada na diminuição do tráfico de drogas e de armas, dos roubos, da receptação de cargas e valores, além da lavagem de dinheiro e ocultação de bens. As ações do FICCO são coordenadas pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) em conjunto com as Polícias Federal, Militar e Civil e o Corpo de Bombeiros.
Recentemente a FICCO deflagrou a Operação Transformers, que desarticulou uma organização criminosa especializada na receptação de peças furtadas ou roubadas de veículos. A ação teve como foco uma empresa recuperadora de caminhões com atuação nacional, que se auto-intitula a segunda maior do Brasil.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »