27/09/2017 às 17h28min - Atualizada em 27/09/2017 às 17h28min

Tiago de Melo afirma que é possível viver da literatura

TALITA FARIA | ESPECIAL PARA O DIÁRIO*
Thiago de Melo Andrade foi um dos participantes do primeiro dia do Elicer / Foto: Talita Faria/Elicer/Divulgação

 

O escritor Tiago de Melo Andrade foi uma das atrações do primeiro dia do 2º Encontro Literário do Cerrado (Elicer) que acontece até sábado (30), na Unialgar, em Uberlândia. Nascido em São José do Rio Preto (SP), radicado em Uberaba (MG), aos 39 anos, o autor tem 40 livros publicados e prêmios importantes em seu currículo. Seu livro de estreia, "A caixa preta" lhe rendeu o prêmio Jabuti de autor revelação em 2001.

De lá pra cá, literalmente, Tiago coleciona muita história para contar a um público que abrange predominantemente os mais jovens, mas também inclui os adultos em sua trajetória de sucesso. Ele conta que começou na faculdade o ofício de escritor. Primeiro cursou Arquitetura e História, mas o título superior veio com o curso de Direito. A academia com as exigências de produção de textos e artigos despertaram nele a ideia de publicar aquilo que escrevia. Porém, sendo um ávido leitor desde a infância e incentivado por seus próprios professores, o escritor logo deixou de lado os textos acadêmicos para investir em sua paixão: a literatura. Sobre seu processo criativo, o escritor diz que as ideias para seus livros surgem como sopros. "Vem primeiro uma ideia e então você trabalha em cima dela. Acho que são meio que lampejos ou inspirações e você tenta organizar, junta-los em um texto. Mas a inspiração é uma coisa misteriosa, difícil de explicar", analisa.

O mundo digital trouxe espaço para a escrita e Tiago compreende que a internet é uma grande aliada para novos autores. "Eu acho que a internet tem um papel importante na disseminação dos novos escritores e da literatura de uma forma geral, ampla e irrestrita", avalia.

O autor alerta, entretanto, que para ser escritor é preciso se perguntar algumas questões: quanto a pessoa precisa para viver, que vida a pessoa quer ter? Para ele "é possível, sim, viver de literatura. Dá para ganhar a vida fora dos trabalhos tradicionais que a gente conhece e a literatura é uma dessas formas", afirma.

Três livros de Tiago já foram adaptados para o Teatro, "A caixa Preta", "Carne Quebrada" e "SOS, A Vida pede Socorro" e há aproximadamente um ano, ele mantém um canal no youtube com seu nome, no qual fala sobre seus livros e outros temas relacionados a literatura.

O Elicer continua hoje a partir das 8h. Confira a programação completa do evento clicando aqui.

(*) Programa de Formação de Comunicadores Elicer | UFU e Esamc

 

SERVIÇO

O QUE: Encontro Literário do Cerrado (Elicer)

QUANDO: de terça (26) a sábado (30)

ONDE: Unialgar (Av. Floriano Peixoto, 6.495, Granja Marileusa)

ENTRADA FRANCA

INFORMAÇÕES


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »