05/09/2017 às 05h14min - Atualizada em 05/09/2017 às 05h14min

Uberlândia está em estado de alerta por causa da estiagem

Gasto de água cresce 21% e Dmae pede por economia

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Diretor-geral diz que pedido por economia é para evitar desabastecimento futuro / Foto: Divulgação

 

Cada cidadão de Uberlândia gastou em média 280 litros de água por dia durante o mês de agosto, de acordo com dados apresentados, ontem, em coletiva de imprensa pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). Houve aumento de 21% no consumo se comparando com o mês anterior, quando o uso per capta foi de 230 litros. Baseado nesse aumento e no período de estiagem, que já chega a 108 dias, o diretor-geral da autarquia, Sérgio Vieira Attiê, pediu à população que faça economia.

“Estamos em estado de alerta, mas ainda não significa que esteja faltando água. Queremos que haja uma economia, em torno de 20% por residência, até que se inicie o período chuvoso, para evitarmos um desabastecimento futuro”, disse Attiê.

O volume diário de 280 litros consumidos por pessoa é 95 litros a mais do que o recomendado pelo Trata Brasil, instituto que trabalha pelos avanços do saneamento básico e na proteção de recursos hídricos do País. De acordo com a organização, o consumo de 185 litros/dia por pessoa é o suficiente.

O diretor-geral do Dmae também atribuiu o aumento do consumo ao preço da água e ao período de seca, com altas temperaturas e baixa umidade do ar. ”Uberlândia tem, historicamente, uma das melhores e mais baratas águas do Brasil, fato que, por si só, já faz com que as pessoas consumam um pouco mais. Por enquanto estamos produzindo o que a população consome, mas essa economia será muito importante para que não haja problemas no futuro”, afirmou Attiê.

Em relação às represas de onde água é retirada e levada para os reservatórios da cidade, somente Sucupira apresentou queda no nível, atuando com 2,44m de um total de 3m usados como base. Em 2014, ano de uma das piores crises hídricas do País, o nível da represa de Sucupira chegou a 1,40m. A represa de Bom Jardim continua com 3m. Já os reservatórios, segundo Attiê, estão acima de 80% da capacidade.

 

BAIRROS

Antes, em período de seca, bairros em regiões mais altas, como o Morada Nova, na zona oeste da cidade, sofriam com o desabastecimento. Mas, de acordo com Attiê, uma intervenção foi feita na última semana para melhorar o abastecimento dos bairros Morada Nova, Chácaras Panorama, Jardim Vica, São Bento, Jardim Célia, Rancho Alegre e adjacências.

Ainda segundo Attiê, foi feita a interligação da adutora Pequis na rede do Morada Nova, conferindo maior pressão e vazão de água para a região.

 

Consumo de litros de água por dia por pessoa em Uberlândia

Agosto de 2014 – 232 litros

Agosto de 2015 – 216 litros

Agosto de 2016 – 207 litros

Agosto de 2017 – 280 litros

 

Dados

De acordo com o Dmae, cerca de 280 mil unidades recebem água tratada em Uberlândia

 

ETA Bom Jardim:

- Produz 123 milhões/litros por dia, o que corresponde a 1,4 mil litros/seg

- Neste período a produção está na capacidade total: 1,7 mil litros/seg

 

ETA Sucupira

- Produz 107 milhões/litros por dia, o que corresponde a 1,2 mil litros/seg

- Neste período a produção está na capacidade total: 1.380 litros/seg

 

Confira medidas indicadas pelo Dmae para a economia de água

- reduzir o tempo no banho

- fechar a torneira enquanto se escova os dentes

- escovar e ensaboar toda a louça suja para depois ligar a torneira e lavar os utensílios

- não deixar alimentos descongelando sob a água corrente

- corrigir vazamentos dentro de casa

- abolir mangueira para limpar calçadas

- reutilizar a água da máquina de lavar roupa para limpar o quintal ou lavar o carro

- esperar juntar uma boa quantidade de roupa suja antes de encher a máquina de água


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »