03/09/2017 às 06h54min - Atualizada em 03/09/2017 às 06h54min

Cresce o número de furtos de veículos em Uberlândia

Comparado a 2016, o aumento é de 20%; em contrapartida, caíram os roubos

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER

O número de furtos de veículos registrados em Uberlândia cresceu 20% no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo dados da Polícia Militar (PM), entre janeiro e junho deste ano, 512 automóveis foram furtados na cidade, contra 426 nos seis primeiros meses de 2016. 

Outras 181 ocorrências de roubo de veículos, que é quando há contato do criminoso com a vítima, com uso de violência ou ameaça, foram registradas nos primeiros seis meses deste ano. Neste tipo de crime, na comparação com o mesmo período em 2016, houve redução de 22% no número casos. Em todo o ano passado foram contabilizados 959 furtos e 487 roubos de carros na cidade. 

Segundo a capitã Patrícia Vieira, a proporcionalidade deve ser levada em consideração, quando os furtos estão em questão. “É impactante quando se trata de estatística. Aumenta a população, consequentemente aumenta a frota de veículos e os casos de furto”, afirma.

Porém, a PM chama a atenção para um fato que, de acordo com as autoridades, é corriqueiro: o descuido dos motoristas. “É muito comum registro de carros que foram deixados abertos pelos proprietários, seja a trava ou vidros. Objetos pessoais deixados à vista, o que também chama muito atenção dos criminosos. A PM atua para tentar reprimir essas ocorrências, mas uma parceria entre a fiscalização e a vítima é muito importante. Sempre confirme se realmente trancou o veículo”, ressalta a capitã. 

Sobre regiões e horários em que os furtos são registrados com mais frequência na cidade, a policial diz que a sazonalidade impede que essas informações reflitam a realidade atual. “Quando os criminosos começam a atuar em determinada região, a PM intensifica o patrulhamento no local e eles migram. Em relação ao horário, é complicado determinar nos casos de furto, já que em muitas ocorrências a pessoa chega para trabalhar às 8h e só volta para buscar o carro às 18h, momento em que dá falta do automóvel. O crime é registrado às 18h, mas tivemos o dia inteiro para o delito ter sido cometido”, afirma Patrícia Vieira.

Em relação ao decréscimo no número de roubos de carros registrados em Uberlândia, a capitã Patrícia aponta que, por si só, o crime já é contabilizado em menor número, mas ressalta que se trata de uma ocorrência onde a repressão é mais eficaz. 

“É um crime onde a vítima participa da situação, então, caso a pessoa haja sem nervosismo, pode pegar características do suspeito, nos informar em que direção o autor fugiu, facilitando para que a PM monte uma ação com a intenção de prender o suspeito e recuperar o veículo”, disse a capitã.

Alinhado a isso, segundo a PM, os militares trabalham com ações estratégicas e patrulhamento em pontos onde esse tipo de crime vem sendo registrado, o que, ainda de acordo com a polícia, também é muito migratório. 

 

DESTINAÇÃO

Criminosos usam tipos mais potentes para fugas

Segundo a capitã Patrícia Vieira, quando fatos começam a se repetir, como o aumento de furtos de caminhonete, estudos pontuais são feitos para saber a destinação desses veículos.

“Já tivemos períodos em que muitas caminhonetes eram roubadas ou furtadas e acabavam em fazendas de outras cidades do interior do estado ou de Goiás”, disse Patrícia Vieira. Ainda de acordo com ela, esses carros também são levados para o Paraguai e outras cidades da América do Sul. 

Outro ponto observado pela polícia são os casos de carros mais potentes, como o Civic e Corola, que são levados por criminosos. “Sabemos que são veículos usados para a fuga dos bandidos, pois se tratam de carros potentes, utilizados principalmente em estouros a caixas eletrônicos. Então, quando veículos como esses são levados, a polícia começa a se preparar para possíveis crimes”, afirmou a capitã. 

 

SEGURANÇA

Motorista deve se manter alerta, orienta PM

Segundo a Polícia Militar, a parceira entre os policiais e a população é essencial no combate ao furto e roubo de veículos. Para prevenir furtos, a dica é que o motorista nunca deixe objetos de valor à mostra e sempre se certifique de que trancou o veículo corretamente.
“Também é muito importante que a pessoa escolha bem o local onde irá estacionar. Escolha ruas movimentadas, não deixe o carro em locais afastados e, para quem deixa o carro de manhã e só volta no fim do dia, vá sempre ao local conferir se está tudo certo com veículo”, disse a capitã Patrícia Vieira. 

Para evitar roubos, a orientação é para que o motorista se mantenha sempre alerta. “O retrovisor não é para ser usado somente no trânsito. Quando for estacionar, dê uma olhada, repare se há veículos ou pessoas em atitudes suspeitas. Note se há algum veículo que vem te acompanhando por um tempo maior. Mude de trajetória e, se esse carro continuar te seguindo, acione a polícia”, ressalta a capitã.

Outro momento muito utilizado pelos criminosos acontece quando a vítima está chegando em casa, no período em que espera o portão abrir. “Quanto for entrar em casa, note se há pessoas desconhecidas na rua. Caso haja, não entre, passe de novo e, se aqueles suspeitos permanecerem no local, também acione a polícia.”

 

CASOS

Vítima teve o carro levado por dupla armada

O profissional da área de acabamento gráfico Raul Chester de Faria estava na porta do trabalho, na avenida Afonso Pena, bairro Brasil, setor central da cidade, há cerca de 20 dias, quando, por volta das 21h, foi abordado por um casal de jovens. 

“O homem, com idade entre 18 e 21 anos, estava armado e já veio apontando o revólver em minha direção, mandando que eu entregasse todos os meus objetos pessoais e a chave do carro”, conta Faria. 

A ação durou minutos. Faria conta que os criminosos o ameaçaram, exigindo que ele entrasse no estabelecimento onde trabalha e ficasse deitado de costas. Se reagisse, avisaram, Faria levaria um tiro. O homem chegou a encostar a arma no peito da vítima para mostrar que o revólver era verdadeiro. 

“Esse pessoal perdeu a vergonha, em uma das principais avenidas da cidade, com grande fluxo de veículos e, mesmo assim, não têm medo.” 

Ainda segundo Faria, cerca de cinco minutos após o casal fugir com seu veículo, ele abordou uma viatura da PM que passava pelo local. “Como me mantive calmo, consegui notar e passei as características dos suspeitos para a polícia, mas ainda não recuperei o carro”, afirmou. 

Em junho deste ano, duas pessoas foram mortas no bairro Vigilato Pereira, zona sul de Uberlândia, quando chegavam em casa. O objetivo dos criminosos era levar o carro de uma das vítimas. 

Neste caso, após trocar tiros com um dos suspeitos, o cabo do Exército Antônio Carvalho Vieira Neto, de 29 anos, foi atingido e morreu no dia do crime. O padrasto dele, Auster Ruzante, de 81 anos, também foi ferido, ficou cerca de 50 dias internado, mas morreu em decorrência dos ferimentos. Três pessoas foram presas pelo crime. De acordo com a Polícia Civil, os suspeitos seguiram o carro do idoso desde o Centro, com a intenção de roubar o veículo. 

Há cerca de dez dias, uma tentativa de furto de veículos terminou em perseguição e troca de tiros entre a PM e dois suspeitos no bairro Umuarama, zona leste da cidade. Na ocasião, os policiais desconfiaram de um homem que estava na direção de um HB20 e tentaram a abordagem. Ao perceber a ação, um comparsa que estava à frente sacou uma arma e atirou em direção à polícia. Esse suspeito conseguiu fugir. O outro autor, a bordo do veículo, também tentou fugir, mas perdeu o controle do carro e capotou, atingindo outros cinco carros. Ele acabou preso. 

Na ocasião, outros dois veículos do mesmo modelo e próximo ao local já estavam com as fechaduras arrombadas e os fios de alarme cortados. A PM desconfiou do suspeito, pois, na semana anterior, outro carro, do mesmo modelo, havia sido furtado naquela região. 

 

NÚMEROS

Furtos e roubos de veículos 

Furtos 

2016: 959
Primeiro semestre de 2016: 426
Primeiro semestre de 2017: 512


Roubos 

2016: 487 
Primeiro semestre de 2016: 233
Primeiro semestre de 2017: 181

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »