29/08/2017 às 05h25min - Atualizada em 29/08/2017 às 05h25min

Servidores da Jucemg deflagram paralisação

DA REDAÇÃO

Servidores da Junta Comercial do Estado de Minas Gerais (Jucemg) entraram em greve ontem. Comunicado da Associação dos Servidores da Jucemg (Asjuc) informa que a paralisação acontece por tempo indeterminado por, entre outros motivos, o não cumprimento do acordo firmado na greve de 2015 e o não pagamento do vale-alimentação com o mesmo índice de reajuste aplicado aos demais servidores do estado.

A categoria também informou que garantirá a prestação dos serviços, assegurando os 30% dos servidores no exercício de suas atividades, que incluem pedidos de abertura e fechamento de empresas, emissão de certificados e declarações e registros empresariais.

A Jucemg, por sua vez, informou que “diante da situação financeira pela qual passa o Estado, se torna absolutamente inviável  qualquer reajuste salarial diante das restrições impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Em respeito à sociedade, a grande destinatária dos serviços de registro público de empresas, todas as ações estão sendo tomadas para assegurar a normalidade dos trabalhos e o respeito aos prazos legais, de forma a mitigar os efeitos dessa paralisação para o cidadão.”

A autarquia reforçou ainda que a administração está empenhada em adotar todas as medidas permitidas que viabilizem a execução dos serviços sem prejuízo de medidas administrativas e judiciais cabíveis.

 

Pauta de reivindicação 

1.    cumprimento do Acordo de Greve de 2015;
2.    publicação da comissão de revisão do plano de carreira;
3.    continuidade do pagamento do vale alimentação;
4.    reajuste do vale alimentação no mesmo índice aplicado aos demais servidores mineiros; 
5.    continuidade do pagamento do vale alimentação em dias de licença saúde, licença maternidade, férias regulamentares e para servidores cedidos a outros órgãos; 
6.    continuidade do recebimento do vale alimentação todo dia 25 do mês anterior e proporcionalmente a 30 dias no mês;
7.    continuidade do pagamento do abono do ‘Dia de Assiduidade’;  
8.    pagamento do prêmio produtividade:  2 anos sem receber;
9.    reajuste geral anual na data base;
10.    fim do desvio de função, assédio moral e nepotismo na Jucemg; 
11. Concurso e outros assuntos.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »