23/08/2017 às 17h50min - Atualizada em 23/08/2017 às 17h50min

Inscrições abertas para consultoria de negócios

DA REDAÇÃO

Estão abertas as inscrições para o Rota Global, que oferecerá consultoria gratuita para empresas se consolidarem ou começarem a atuar no comércio internacional. Até o dia 15 de setembro, empreendimentos de todos os portes e setores podem se inscrever no site do programa para participar da primeira fase, que consiste em um questionário online de avaliação da maturidade de internacionalização da empresa. 

A iniciativa, da Confederação Nacional da Indústria (CNI), é executada em Minas Gerais pelo Sistema Fiemg. O Rota Global é realizado pela CNI por meio da Rede CIN, em parceria com a União Industrial Argentina (UIA) e o Parque Tecnológico de Extremadura (Fundecyt-PCTEX), na Espanha, e conta com o apoio do Ministério de Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). No Sistema Fiemg, é executado pelo Centro Internacional de Negócios (CIN) da entidade. 

O Rota Global será financiado com R$ 1,2 milhão obtido junto ao AL-Invest, Programa da Comissão Europeia de fomento à competitividade de micro, pequenas e médias empresas da América Latina. A meta nacional da primeira etapa é avaliar a capacidade de atuação internacional de pelo menos 500 indústrias (não há limite de inscritos). Todos os candidatos receberão um relatório que identifica pontos fortes e desafios para exportação e internacionalização. 

O Centro Internacional de Negócios do Sistema Fiemg prestará assessoria e consultoria às indústrias mineiras durante todo o projeto. “Executaremos o Rota Global em Minas Gerais por meio da trilha de atendimento para fomento da exportação, internacionalização e aumento da competitividade”, afirma o superintendente de Desenvolvimento Industrial da Federação, Marcos Mandacaru. 

 

SEGUNDA ETAPA

A partir do processo de avaliação, o Rota Global selecionará 200 empresas para a próxima fase, que vai até abril de 2018. Neste período, as indústrias receberão consultoria personalizada e gratuita para construir o plano de negócios de apoio à internacionalização ou consolidação da empresa no mercado externo. O objetivo é promover melhorias concretas na operação internacional em pelo menos 100 delas até junho do ano que vem. 

De acordo com o diretor de Desenvolvimento Industrial da CNI, Carlos Abijaodi, o programa é uma grande oportunidade para a indústria brasileira ampliar a participação no mercado internacional, sobretudo pequenas e médias empresas. 

"O Rota Global vai considerar a realidade de cada empresa no desenho de estratégia que dê chances reais de inserção no mercado internacional. Além disso, é uma consultoria especializada gratuita", afirma.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »