22/08/2017 às 17h15min - Atualizada em 22/08/2017 às 17h15min

Frente marca mais um ato contra leilão de usinas

Ação acontece nesta sexta na Usina de São Simão, em Santa Vitória

DA REDAÇÃO
Novo ato foi definido após reunião em gabinete na Assembleia Legislativa de MG / Foto: Luiz Santana/ALMG

 

A Frente Mineira em Defesa da Cemig irá fazer um novo ato público contra o leilão das Usinas de Miranda, São Simão e Jaguara, no Triângulo Mineiro, marcado para o final de setembro. Desta vez, a ação vai acontecer na Usina de São Simão, que fica em Santa Vitória, na divisa de Minas Gerais com Goiás, nesta sexta-feira.

A intenção dos organizadores é aproveitar a presença de um grupo de cerca de 100 manifestantes que já está acampado no local, desde a semana passada, e repetir a manifestação ocorrida na Usina de Miranda na última sexta-feira (18).

A nova manifestação foi definida ontem durante reunião no gabinete do 1º secretário da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), deputado Rogério Correia (PT), que coordena a Frente.

 

FRENTE

A liminar do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que acatou ação popular e determinou a suspensão do leilão, está sendo vista como uma vitória parcial da Cemig pela Frente. "Estamos felizes, mas nosso otimismo está baseado na mobilização social e na pressão política, que não pode parar", afirmou o deputado Rogério Correia. 

"Apesar das recentes decisões da Justiça, sabemos que a tendência do STF não é favorável a nós", afirmou a presidente do Sindicato Único dos Servidores da Educação (Sind-UTE), Beatriz Cerqueira.

Beatriz participa da coordenação da frente juntamente com representantes do Sindicato dos Eletricitários (Sindieletro), da Cemig, do Ministério Público, de outras centrais sindicais e movimentos sociais.

O vice-presidente da Comissão de Minas e Energia, deputado Bosco (PTdoB), afirmou que vai apresentar requerimento para que a comissão participe da manifestação em São Simão. Ainda no início de setembro deve ser realizado outro ato, nos mesmos moldes, na Usina de Jaguara. O deputado Antônio Lerin (PSB), presente à reunião, também deve participar dos eventos em São Simão e Jaguara.

 

AÇÕES POPULARES 

Durante a reunião ficou definido, ainda, que a Frente vai coordenar as ações jurídicas contra o leilão das usinas, agora enfatizando principalmente a defesa do consumidor. "Não podemos deixar que a conta da privatização das usinas seja paga pelo consumidor", destacou o deputado Rogério Correia.

O parlamentar disse que o plano do governo federal é privatizar o sistema elétrico, o que só traria prejuízos para a população, no seu entendimento.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »