22/08/2017 às 14h13min - Atualizada em 22/08/2017 às 14h13min

Minas abre inscrição para iniciação científica

AGÊNCIA MINAS | BELO HORIZONTE

Está aberto o período para inscrição de projetos de iniciação científica de autoria de estudantes e professores na rede estadual de ensino. A Secretaria de Estado de Educação (SEE) estabeleceu prazo até 8 de setembro para submissão de projetos relacionados aos eixos “Núcleo de Pesquisa e Estudos Africanos, Afrobrasileiros e da Diáspora – Ubuntu/Nupeeas” e “Territórios de Iniciação Científica (TICs)” no Ensino Médio.

Ao todo, serão selecionados 121 projetos de autoria de estudantes e professores, sendo 74 que farão parte do eixo de pesquisa Ubuntu/Nupeaas e 47 que vão integrar os TICs, que formarão coletivos de pesquisa em escolas estaduais. As inscrições devem ser realizadas a partir do preenchimento do formulário eletrônico disponível via internet. O resultado está previsto para o dia 21 de setembro.

Os dois eixos fazem parte do Projeto Iniciação Científica no Ensino Médio, que tem por finalidade viabilizar e apoiar a atividade de pesquisa e investigação científica em escolas da Rede Estadual de Ensino Médio para estudantes, além de conceder extensão de carga-horária a professores do Ensino Médio, para que desenvolvam os projetos de pesquisa selecionados. 

A ideia é incentivar, apoiar, valorizar e dar visibilidade à produção e compartilhamento de conhecimentos e saberes, oportunizando aos estudantes e professores a identificação de problemas, da escola ou da comunidade, e a construção coletiva de soluções para resolvê-los ou minimizá-los.

A participação dos estudantes no projeto de pesquisa é voluntária e os professores serão remunerados para a atividade de orientador de pesquisa, por meio da extensão de carga-horária.

 

EIXOS

Para o eixo Ubuntu/Nupeaas, serão selecionadas 74 escolas, sendo uma por Superintendência Regional de Ensino (SRE) e 10 escolas nas SREs de Araçuaí, Metropolitana C e Teófilo Otoni.

Cada projeto poderá ter de 7 a 12 estudantes pesquisadores. Cada escola poderá inscrever um projeto. Os professores orientadores, responsáveis pelo acompanhamento dos estudantes pesquisadores, serão selecionados a partir das regras descritas no edital, sendo um professor por escola.

Os projetos desse eixo deverão se estruturar a partir da linha de pesquisa Cultura, História, Trajetórias Político-Sociais e Científicas dos Africanos e Descendentes em Diáspora.A carga horária semanal obrigatória voltada às atividades de orientação das pesquisas será de 5h, sendo realizada no contraturno.

Já os Territórios de Iniciação Científica (TICs) apostam na interação entre a Educação Básica e o Ensino Superior para que a realidade, os anseios e as trajetórias de vida dos jovens do ensino médio e os problemas que enfrentam em seus territórios tornem-se objetos de pesquisa.

Para esse eixo de pesquisa, cada escola pode participar da seleção com um projeto, com até sete estudantes pesquisadores e um professor orientador. Participarão do Eixo, 47 escolas a serem selecionadas conforme as regras do Edital 02/2017, sendo uma escola por Superintendência Regional de Ensino (SRE). A carga horária semanal obrigatória voltada às atividades de orientação das pesquisas será de cinco horas, sendo realizada no contraturno.

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »