16/08/2017 às 05h28min - Atualizada em 16/08/2017 às 05h28min

Eleição não interrompe montagem do elenco do UEC

Atual diretor de futebol do Uberlândia Esporte mantém trabalho de seleção de atletas para a temporada 2018

ÉDER SOARES | REPÓRTER
Fabrício Tavares conta que 80% do trabalho de formação do time está feito / Foto: Éder Soares

 

As eleições no Uberlândia Esporte Clube estão chegando - o pleito está marcado para o dia 30 setembro. Até o momento, três pré-candidatos se manifestaram como pretendentes ao posto máximo do clube: Flávio Gomide e Alessandro Marques, ambos saindo da atual da diretoria, e Abelardo Penna representando a oposição. Apesar disso, o diretor de futebol do Verdão, Fabrício Tavares, segue trabalhando na montagem do elenco para 2018, temporada em que o clube terá pela frente o Campeonato Mineiro, Série D do Brasileiro e ainda uma possibilidade de disputar a Copa do Brasil.

Segundo Tavares, que decidiu não se envolver na política do clube, ele tem carta branca por parte do atual presidente do Verdão, Guto Braga, para fazer a montagem do elenco. Ele garante ainda que o torcedor do Verdão pode ficar tranquilo, pois o Uberlândia terá uma equipe forte e competitiva para o ano que vem e que a política não irá atrapalhar os planos.

“Todos os jogadores que estamos monitorando e que nos interessam já foram contatados por mim. E todos eles demonstraram interessem em vir vestir a camisa do Uberlândia. É lógico que não chegamos a acertar detalhes de valores, pois este primeiro contato é para ver o interesse de ambas as partes”, disse Fabrício.

O diretor de futebol alviverde garante, ainda, que entre oito e dez atletas que estiveram este ano na disputa do Campeonato Mineiro deverão retornar, além do técnico Paulo Cézar Catanoce, que está trabalhado ao lado dele na montagem do elenco. Ao todo, 20 jogadores foram consultados e já teriam pelo menos um acerto verbal para vir para o Verdão.

A apresentação do elenco acontecerá até o dia 5 de novembro. “Estamos com 80% do trabalho pronto, faltando agora 20%, que é consolidação de valores, situação que ainda dependemos do orçamento. Tenho a carta branca do presidente Guto Braga para poder fazer a montagem do time, independentemente das eleições. Ele já conversou comigo e disse que eu posso fazer a montagem do elenco e que não podemos prejudicar o clube em função das eleições. Não tem como montar um elenco a partir de outubro e novembro”, afirmou.

 

CONTINUIDADE

Sobre o apoio político aos para algum dos candidatos, Fabricio Tavares voltou afirmar que está montando o elenco e que gostaria de permanecer na direção do futebol para 2018, seja quem for o vencedor do pleito e que assumirá o clube a partir do dia 1º de janeiro.

“Gostaria de dar sequência ao trabalho independentemente de quem vença a eleição. É um tralho vitorioso, é um trabalho que está crescendo. Conseguimos disputar o campeonato entre os primeiros colocados desde a primeira rodada até a última. Conseguimos classificar o time para um Campeonato Brasileiro (Série D) depois de nove anos, e sabemos que isso é muito importante, até mesmo para a contratação dos atletas, visto que isto se torna mais atrativo para a vinda do jogador, com perfil diferenciado”, disse Tavares, que complementou. “O meu apoio vai para aqueles candidatos que quiserem o melhor para o clube. São três candidatos renomados e capacitados para fazer o melhor para o Verdão”, disse.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »