05/08/2017 às 05h11min - Atualizada em 05/08/2017 às 05h11min

Polícia prende dois por sequestro em Martinésia

Crime aconteceu no mês passado, durou 6 horas e teve cinco reféns

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Suspeitos foram presos no bairro Morada Nova e são considerados violentos pela polícia / Foto: Vinícius Romario

 

Dois suspeitos de envolvimento em uma tentativa de roubo seguida de sequestro em uma fazenda próxima ao distrito de Martinésia, na zona rural de Uberlândia, no dia 25 de julho, foram presos e apresentados, ontem, pela Polícia Civil (PC). Os dois homens, de 25 e 37 anos, conseguiram fugir no momento em que a Polícia Militar montava o cerco. No dia do sequestro, que durou cerca de seis horas com cinco pessoas feitas reféns, um suspeito de 43 anos foi preso e um adolescente de 17 anos foi apreendido.  

Segundo o delegado Hugo Leonardo Marques de Jesus, após o fato ocorrido no fim do mês passado, a PC dispunha de poucas características dos últimos dois envolvidos que haviam conseguido escapar. “Não tínhamos nomes, nem endereço, mas, pelas características físicas descritas pelas vítimas, chegamos a dois primeiros nomes, logo depois descobrimos uma região onde esses suspeitos moravam, chegando, finalmente, aos autores desse crime”, afirmou o delegado Hugo Leonardo.

Ainda segundo ele, os dois suspeitos foram presos em casas próximas no bairro Morada Nova, zona Oeste da cidade. O jovem de 24 não possui passagens pela polícia, mas de acordo com o delegado, já havia praticado roubos junto com os outros três envolvidos nos últimos dias. Já o homem de 37 anos tinha passagem por roubo.

“O mais jovem confessou o crime, mas os outros três se mantiveram em silêncio. As características dos três batem com os perfis descritos e todos foram reconhecidos pelas vítimas”, disse Hugo Leonardo.

Durante a coletiva de imprensa o delegado ainda disse que já é de conhecimento da PC mais três crimes praticados pelo grupo: um no bairro Daniel Fonseca, setor Central, onde eles também mantiveram vítimas sob cárcere privado e as agrediram; um roubo em um posto próximo ao trevo de Xapetuba, na BR-365, e um roubo em Indianópolis.

“Chama a atenção para a violência praticada por esses quatro, principalmente sob ordem do suspeito de 43 anos, preso no dia do sequestro. Eles batiam nas vítimas, inclusive, na tentativa da fazenda, agrediram uma senhora cadeirante e um idoso”, afirmou Hugo Leonardo.

Os quatro deverão ser indiciados por roubo qualificado por uso de armas, restrição de liberdade e associação criminosa.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »