21/07/2017 às 05h12min - Atualizada em 21/07/2017 às 05h12min

Obras na avenida Lidormira são retomadas pelo DEER

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Serviços estavam paralisados desde dezembro passado e devem ser concluídos em 2 meses / Foto: Vinícius Romario

 

As obras do contorno sul do Anel Viário Ayrton Senna, no trecho da Avenida Lidormira Borges do Nascimento, na zona sul de Uberlândia, foram retomadas na última segunda-feira (17). Os serviços no local estavam paralisados desde dezembro do ano passado, e, de acordo com o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER-MG), essa parte da obra deve ser concluída no mês de setembro.

Ainda segundo o órgão, desde o início da semana já foram feitos alguns trabalhos, como levantamentos topográficos. Homens e máquinas já estiveram no trecho para executar serviços de implantação de sinalização horizontal e vertical, moldagem do meio fio no canteiro da rotatória e drenagem.

O DEER informou também que a obras já foram retomadas na interseção com a MGC-455 em 11 de julho.  Na passagem inferior do Douradinho, os serviços terão início na semana que vem.

Sobre a conclusão total da obra do Anel Viário de Uberlândia, compreendidas entre a BR-050 e a MGC-497, o DEER disse que ainda depende da conclusão das desapropriações, que estão a cargo da Prefeitura, para que os trabalhos de execução da ponte sobre o rio Uberabinha sejam retomados. Até o momento, cerca de 61% das obras estão concluídas.

As obras do contorno sul do Anel Viário Ayrton Senna começaram em 1995, com um investimento inicial orçado em R$ 35,6 milhões. A obra passou vários anos paralisada e foi retomada em julho de 2015. Desde então, houve duas mobilizações seguidas de novas interrupções no serviço, sendo a última em dezembro do ano passado. Na época, o Ministério Público Estadual questionou a alteração no projeto original, que previa uma trincheira no lugar onde hoje está a rotatória inacabada.

 

SINALIZAÇÃO

Após protesto por parte da população, diversas placas e barreiras foram colocadas no local. Os buracos abertos por motoristas em uma barreira de terra também foram tapados.

Além disso, no sentido Bairro-Centro da avenida Lidormira, foram colocadas manilhas de concreto para impedir a passagem de veículos pelo local. Mas, segundo nota enviada pelo DEER, “mesmo assim, alguns condutores insistem em negligenciar os obstáculos que impedem a passagem no local”, afirma a nota.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »