09/07/2017 às 05h30min - Atualizada em 09/07/2017 às 05h30min

Hora de tirar do papel os planos para este ano

A lista de metas para 2017 ainda pode ser coloca em prática

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Lucas Resende é agente de viagens e garante que ainda há opções acessíveis de pacotes / Foto: Vinícius Romario

 

Muitas pessoas começam um novo ano prometendo novos hábitos, levar uma vida mais saudável, fazer a viagem que tanto quer ou conseguir o emprego tão desejado. Neste começo de segundo semestre é possível que muitos desses planos ainda estejam no papel. Mas, para quem ainda não alcançou esses objetivos, ainda dá tempo? A reportagem do Diário do Comércio conversou com alguns profissionais que poderão ajudar a conseguir curtir as férias merecidas, dar partida no famoso “Projeto Verão” ou, quem sabe, iniciar uma nova carreira. 

O agente de viagens Lucas Resende afirma que, mesmo que o orçamento seja curto, ainda é possível curtir uma praia até o fim do ano. “O mais importante é procurar, não se desesperar, porque ainda existem opções muito boas no mercado, com ótimas formas de pagamento e algumas promoções, levando em consideração que, de agosto até o início de dezembro, estaremos no período de baixa temporada”, disse Resende. 

Ainda segundo ele, a melhor opção continua sendo Porto Seguro (BA), já que Uberlândia conta com um voo direto todos os sábados para esse destino. “Temos pacotes de uma semana com voo e hotel a R$ 850 por pessoa. Uma economia simples possibilita essa viagem. Quem procura também encontrará boas condições de hospedagem, pois o número de leitos de lá só perde para a cidade de São Paulo”, ressaltou Resende. 

Outra boa sugestão para a toda a família, de acordo com Lucas Resende, seria o Beto Carrero World, parque temático localizado no litoral norte do estado de Santa Catarina. “É como eu disse: ‘basta procurar’. Hoje, as formas de pagamento em até 12x sem juros possibilitam esse lazer que muito brasileiro considera caro”, disse Resende. 

Agora, a passagem para a praia já está acertada, mas, e a forma física, está como você desejava? Caso não esteja satisfeito, o educador físico José Rocha Guimarães Neto afirma que ainda é possível dar início ao “Projeto Verão” e, com foco e disciplina, obter bons resultados. Treinamento, descanso e, principalmente, alimentação, serão os pilares para alcançar o corpo desejado. 

“O mais difícil é para quem não se exercita. Na primeira semana as dores e desconfortos do treinamento fazem muitas pessoas desistirem. Por isso, o foco e a disciplina são indispensáveis”, diz Rocha. 

Ainda de acordo com ele, para quem tiver condições, contar com o auxílio profissional de um educador físico e de um nutricionista ajudará muito nessa caminhada. Mas, segundo Rocha, para qualquer um, check-up médico é o mais importante. “Você precisa saber se está apto a praticar exercícios físicos sem comprometer a saúde”, afirma. 

Com os profissionais auxiliando, o aluno terá uma linha de treinamento voltada para o que deseja. Mas, para quem não tem condição de contar com esses profissionais, Rocha explica que é bom procurar uma academia que tenha um instrutor. “Para quem não tem condição de ir a uma academia, comece fazendo uma caminhada, duas ou três vezes na semana e por cerca de 40 minutos”, diz Rocha.

E os resultados? O educador físico afirma que com a disciplina, uma boa alimentação, abrir mão de alguns vícios e com boas noites de sono, em até dois meses eles já começam a aparecer.

A blogueira Janaína Pires está entre os que esperam melhorar o condicionamento físico até o fim deste ano. Ela conta que começará ainda este mês essa rotina de exercícios e de mudança nos hábitos alimentares. “Estou focada e quero mudar”, disse.

 

EMPREGO

Região tem concursos públicos abertos

A reportagem do Diário do Comércio conversou também com o coordenador pedagógico de uma escola preparatória para concursos públicos. De acordo com Conrado Augusto, ser aprovado em um processo desses e conquistar a estabilidade profissional também é algo demandará foco e disciplina. “Mesmo que a pessoa não contrate um curso, montar uma rotina de estudos em casa, entre três e quatro horas por dia, será fundamental para quem deseja esse caminho”, afirmou Augusto. 

Ainda segundo o coordenador, dois concursos têm chamado a atenção na região. A Universidade Federal de Uberlândia (UFU) está ofertando 34 vagas para cargos de níveis fundamental, médio e superior. As inscrições estarão abertas até 18 de julho, pelo portal da Diretoria de Processos Seletivos, e as provas objetivas do concurso serão aplicadas no dia 20 de agosto deste ano. 

Há também 15 vagas oferecidas pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG). Interessados podem se inscrever até 28 de julho, pelo endereço eletrônico. A prova está prevista para o dia 24 de setembro.

E há muita gente se preparando para isso. “Somente para o concurso da UFU, por ser de nível federal, já temos 200 alunos divididos nos três turnos”, disse Augusto. 

Ele explica ainda que, normalmente, 50% dos alunos já estudavam antes para esse tipo de prova e a outra metade está tendo contato pela primeira vez. “Claro que quem estudava antes tem alguma vantagem, mas, para quem tem foco, pode ser um algo a mais”, afirmou Augusto. 

Mas existe um prazo médio para a pessoa conseguir a vaga desejada? Augusto explica que depende da vontade da pessoa e da rotina de estudos. “O que afirmo é que os concursos têm ficado cada vez mais difíceis, com notas de corte cada vez mais altas, beirando os 90%”, finaliza.

 

FINANÇAS

Planejamento ajuda a viabilizar as metas

Quem está decidido a dar andamento em projetos como os citados nesta reportagem possivelmente também vai precisar pensar sobre finanças. Segundo orientadora financeira Dora Ramos, se a pessoa está planejando uma nova rotina de exercícios, uma viagem ou algum curso, pressupõe que há dinheiro em caixa. “Caso não haja, a pessoa deverá pensar mais uma vez e saber se aquele custo a mais não afetará nos compromissos já firmados”, disse Dora. 

Em relação a viagens, a orientadora reforça a informação de que as formas de pagamento atuais têm atraído bastante os brasileiros, que podem pagar em várias parcelas com o cartão de crédito. “O fato é que a pessoa tem que saber que também gastará quando estiver do destino. Então, fazer um planejamento, talvez colocando um limite de gastos por dia, seja importante”, ressaltou Dora Ramos. 

Ainda segundo a orientadora, para qualquer desejo, o plano A e B e até um C são muito importantes. “Se está com pouca condição, procure uma academia mais barata, um curso mais barato, se adeque à sua realidade financeira”, disse.

O mais importante, segundo ela, é saber os limites. “Não pegue mais um cartão de crédito, não use o limite do cheque especial. Você estará fazendo compromissos com um dinheiro que não é seu e a fatura chegará no fim do mês do mesmo jeito”, afirma Dora Ramos. 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »