24/06/2017 às 05h55min - Atualizada em 24/06/2017 às 05h55min

Obras em pontes na BR-050 estão atrasadas há 4 meses

Trecho entre Uberlândia e Uberaba está parcialmente interditado

VINÍCIUS ROMÁRIO | REPÓRTER
Obra será executada em trecho sob concessão da MGO Rodovias / Foto: Divulgação/MGO Rodovias

 

As obras de recuperação das estruturas das pontes sobre os rios Tijuco e Pirapetinga, na BR-050, entre Uberlândia e Uberaba devem começar na segunda quinzena de julho. A previsão inicial era que os trabalhos começassem em fevereiro, mas, de acordo com o coordenador de comunicação da MGO Rodovias, concessionária da rodovia e responsável pelas obras, Sérgio Lucas, problemas burocráticos atrasaram o início das obras. O trecho fica entre os kms 132 e 135.

“Já tínhamos enviado o projeto para que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovasse, mas aparecerem algumas questões referentes ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), já que esses problemas a serem resolvidos apareceram quando o órgão ainda era o responsável pela rodovia”, afirmou Lucas.

Porém, ainda segundo Lucas, essas questões foram resolvidas e as obras terão início no mês que vem, mas não será possível determinar o prazo para a conclusão. “Durante os estudos, os responsáveis descobriram que os problemas estruturais nessas pontes eram mais complexos que o esperado e, por isso, um prazo de entrega só poderá ser informado a partir do início dos trabalhos, mas deve ser questão de meses”, disse Lucas.

Devido às obras, desde dezembro do ano passado uma das faixas de rolamento entre os kms 132 e 135 da BR-050 está fechada. De acordo com o MGO, essa medida foi necessária para preservar a segurança na rodovia onde serão feitas as obras de recuperação das estruturas das pontes.

Com o estreitamento de pista, o tráfego está liberado apenas pela faixa 1 (mais próxima do canteiro central) e está proibido no local o tráfego de veículos com carga especial, que necessitam de Autorização Especial de Tráfego emitida pelo Dnit. O trânsito ficará em meia pista até a conclusão das obras.

Ainda conforme a MGO, foi implantada uma sinalização especial no trecho interditado, além de dois redutores de velocidade.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »