09/06/2017 às 05h03min - Atualizada em 09/06/2017 às 05h03min

Sebrae inicia projeto em empresas de Uberlândia

Entidade faz trabalho de diagnóstico e consultoria nos bairros da cidade

LETÍCIA PETRUCCELLI | APRIMORAMENTO PROFISSIONAL
O Sebrae fica na av. João Naves de Ávila, 2627, no bairro Santa Mônica / Foto: Divulgação

 

O Sebrae Minas iniciou, nesta semana, um trabalho de atendimento personalizado e gratuito aos empresários de Uberlândia, que se estenderá por todo o ano. Atendentes da instituição percorrem a cidade com o intuito de contribuir para o fortalecimento dos negócios e o desenvolvimento econômico.

“Será um serviço de varredura pela cidade. Todos os dias os atendentes vão até os comerciantes de cada bairro da cidade. Será feito um diagnóstico em cada empresa do que está bom e do que pode melhorar”, conta o consultor do Sebrae, Marcílio Ribeiro.

O projeto é uma oportunidade para aqueles empresários que não podem se ausentar do local de trabalho. “A visita deve durar no máximo 40 minutos. Serão apresentadas ao gestor mecanismos de marketing, comportamento, atendimento, aspectos básicos”, afirma Ribeiro.

Todos os atendentes da instituição estarão uniformizados e com crachá de identificação. Caso o empresário tenha alguma dúvida, pode entrar em contato com o Sebrae em Uberlândia pelo telefone (34) 3237-2270, ou na Central de Atendimento da instituição (0800 570 0800).

 

COMO SER MEI

Entre as ações do Sebrae em Uberlândia também está o seminário “Como Ser MEI na prática”, que acontece todas as terças-feiras. São três horas de palestras que mostram como se tornar um microempreendedor individual (MEI) e quais as vantagens disto.

“O público-alvo são pessoas que querem sair da informalidade. Durante as três horas são retiradas dúvidas de como o micro empreendedor deve proceder”, conta o consultor Marcílio Ribeiro. Quem tiver interesse em participar não precisa realizar inscrição, o evento é gratuito e acontece sempre às 8h30.

Durante a palestra é apresentado o que o microempreendedor pode e não pode fazer, além de serem passadas informações sobre impostos, finanças, além do período de carência para ter direito a benefícios públicos como auxílio doença, aposentadoria por invalidez, salário maternidade e auxílio reclusão.

Além dos seminários, todos os meses acontecem oficinas que auxiliam os empreendedores em gestão financeiras, retiram dúvidas sobre como elaborar preços e ações de marketing. Essa ação tem custo de participação e a inscrição é feita com antecedência. “As oficinas são mais específicas, ajudam o MEI a melhorar o atendimento de forma geral”, diz Marcílio Ribeiro.  A próxima oficina acontece no dia 22 de junho, com o tema “como elaborar preço de venda”.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »