04/06/2017 às 05h27min - Atualizada em 04/06/2017 às 05h27min

"O Felizardo" une a Alemanha e o Nordeste

Espetáculo será apresentado hoje no Ponto dos Truões com companhia da cidade mineira de Sete Lagoas

ADREANA OLIVEIRA | EDITORA
"O Felizardo" é uma comédia leve que conta a história de um jovem desapegado / Foto: Junio Souza/Divulgação

 

Na arte é possível realizar encontros improváveis, como de um texto dos irmãos Grimm, alemães, com a cultura nordestina brasileira. Esse encontro acontece em "O Felizardo", que estreou em agosto do ano passado e é exibida neste fim de semana pela primeira vez em Uberlândia. A peça é do grupo Ovorini Carpintaria Cênica, de Sete Lagoas (MG). Eles são os penúltimos convidados da 4ª Mostra de Teatro Casa Aberta, da Trupe de Truões.

Com direção de Alex Fabiano, o texto conta a história de um jovem feliz por praticar o desapego. Até que depois de sete anos longe de casa lhe vem uma vontade incontrolável de reencontrar a mãe. "É uma comédia leve e estamos felizes pela recepção que tivemos nas outras cidades. Depois de Uberlândia voltaremos ao nordeste e nos apresentaremos também no Espírito Santo", afirma Fabiano.

Durante uma caminhada, depois de ganhar como recompensa uma barra de ouro, João se mete em diversas trocas e negociatas de maneira muito divertida. Em seu caminho, muita surpresa, aventura, comédia, drama, emoção, tudo misturado com cordel, circo e canção na peça que tem como tema a felicidade em uma visão cômica.

"Começamos a trabalhar nesse texto num projeto de residência em 2015 e percebemos o quanto a literatura de cordel o enriqueceu", diz o diretor. Antes da viagem para Uberlândia, ele estava numa correria só, mas por um bom motivo. "Recentemente conseguimos um terreno de 1,6 mil metros quadrados para construirmos nossa sede própria em Sete Lagoas, o que nos enche de orgulho e alegria", completa.

Para Fabiano, os intercâmbios são essenciais para que as companhias de teatro consigam dar mais visibilidade a seus trabalhos. "Temos muitos amigos em Uberlândia e estamos agradecidos pelo convite dos Truões, que são um grupo que nos inspira por conta de suas batalhas em prol dessa arte. Hoje não podemos depender só do poder público. A iniciativa privada e as conquistas desses grupos permitem que a gente continue produzindo", diz o diretor.

Realizada pela Trupe de Truões para marcar seus 15 anos, com patrocínio do Instituto Algar por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, a Mostra Casa Aberta traz desde o início de maio companhias locais e de outras cidades para apresentações com ingressos a preços populares.

 

OVORINI

O Grupo Ovorini Carpintaria Cênica é um coletivo de 13 atores que vem se tornando referência em Minas Gerais pelo processo de pesquisa no redimensionamento técnico e ético do ofício de ator, buscando um espaço de multiplicidade de visões que refletem diferenças, impulsos e sonho de cada um.

"Começamos há sete anos na oficina do CAIC de Sete Lagoas e seguimos no Teatro Universitário. Há cinco anos um de nossos professores disse que precisávamos nos transformar numa companhia de teatro. Foi quando fundamos a associação cultural e, por isso, esse é o nosso quinto ano e temos muito o que comemorar", conta Alex Fabiano.

O grupo já tem sete espetáculos no currículo e mantém quatro em repertório.

 

SERVIÇO

O QUE: Espetáculo "O Felizardo"

QUEM: Grupo Ovorini Carpintaria Cênica (BH)

QUANDO: Hoje, às 19h

ONDE: Ponto dos Truões (Av. Ana Godoy de Souza, 381. Santa Mônica)

CLASSIFICAÇÃO: Livre

INGRESSOS: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Venda a partir das 17h

INFORMAÇÕES: 3237-9440

 

FICHA TÉCNICA

CONCEPÇÃO, DIREÇÃO E DESENHO DE CENA: Alex Fabiano

TEXTO ORIGINAL: João da Sorte (em alemão: "Hans im Glück")

ADAPTAÇÃO: Milede Moura e Thiago Assumpção

ASSISTENTE DE DIREÇÃO: Erick Viana

ELENCO: Alisson Oliveira, Júlia Barbosa, Mileide Moura, Rafael Martins e Thaís Eduarda

DIREÇÃO MUSICAL: Daniel Oliveira

TRILHA SONORA: Ovorini Carpintaria Cênica

PREPARAÇÃO CORPORAL: Ronimax Nunes

FIGURINOS E ADEREÇOS: Wemerson Moreira e Sergio Luiz Coelho

CENÁRIO: Júlia Barbosa

MAQUIAGEM: Thaís Eduarda


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »