03/05/2017 às 08h48min - Atualizada em 03/05/2017 às 08h48min

Eleitores faltosos lotam cartório

PRAZO PARA QUEM NÃO VOTOU E NEM JUSTIFICOU EM TRÊS PLEITOS SEGUIDOS VENCEU ONTEM; BIOMETRIA SÓ VENCE EM 2018

Walace Torres
Da Redação
Em Uberlândia, até ontem mais de 7,5 mil eleitores corriam o risco de ter o título cancelado

O último dia de prazo para regularizar a situação de quem não votou e não justificou a ausência nos três últimos pleitos foi marcado por muito movimento no cartório eleitoral de Uberlândia. Durante toda a manhã de ontem e parte da tarde a fila se estendeu no pátio externo do prédio da Justiça Eleitoral e se misturou com a movimentação de eleitores que haviam agendado para fazer o cadastro biométrico, cujo prazo só termina em fevereiro de 2018.

Segundo dados da Justiça Eleitoral, em Uberlândia, até ontem 7.581 eleitores corriam o risco de terem o título cancelado por não comparecerem para votar e nem justificarem a ausência, sendo que cada turno vale como uma eleição. A partir de hoje, quem ainda estiver nessa condição e não regularizar corre o risco de ter o título cancelado. O cancelamento automático do título de eleitor ocorrerá de 17 a 19 de maio de 2017.

Apesar do prazo ter encerrado ontem ainda é possível evitar transtornos. Basta comparecer ao cartório eleitoral, mediante agendamento, e apresentar documento oficial com foto, comprovante de residência e de quitação da multa. Para cada turno ausente, o eleitor irá pagar o valor de R$ 3,51.

A costureira Bernardete de Souza enfrentou a fila ontem à tarde depois de pagar as multas dos últimos três pleitos. Ela conta que na última eleição viajou e nas duas anteriores estava na cidade, mas não conseguiu votar. Desde então, também não havia comparecido ao cartório. “Serviço demais, não consegui pagar as multas antes”, disse.

O carregador Antônio Railson da Silva também deixou para regularizar a situação no fim do prazo e passou duas horas na fila ontem para conseguir atendimento. “Trabalho de domingo a domingo, não consegui vir antes”, argumentou Antônio, que só veio a tempo porque ouviu sobre o assunto no noticiário.

O cartório eleitoral em Uberlândia funciona na avenida Vasconcelos Costa, 1.646, bairro Martins, das 10h às 18h (para agendamentos, o último horário é às 17h30).

Os eleitores com voto facultativo (analfabetos, eleitores de 16 a 18 anos incompletos e maiores de 70 anos) ou com deficiência previamente informada à Justiça Eleitoral não necessitam comparecer ao cartório para regularizar a sua situação.

 

OBRIGATÓRIA

Mais de 70% ainda não fizeram a revisão biométrica

 

Revisão biométrica é feita mediante agendamento e eleitor já sai com título novo

 

Até o início da semana, 130.465 eleitores de Uberlândia já haviam feito o recadastramento biométrico obrigatório, o que representa 27% do eleitorado da cidade, que tem 483.326 títulos. A revisão biométrica teve início em fevereiro e o prazo vence em 9 de fevereiro de 2018. Quem não fizer a revisão, terá o título cancelado e não conseguirá votar em outubro de 2018.

O atendimento no cartório é feito mediante agendamento pela internet, no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ou pelo Disque Eleitor, no telefone 148. “No cartório, o eleitor passa primeiro pela triagem, para verificar a sua situação cadastral e a regularidade. Se não tiver pendências, ele é encaminhado para a biometria e já sai com o novo título de eleitor”, disse a técnica da 278ª Zona Eleitoral, responsável pelo atendimento, Fernanda Mota. Segundo informou, hoje o cartório em Uberlândia trabalha com 38 guichês e há previsão para ampliar a capacidade de atendimento, o que depende de liberação de verba do TRE de Minas Gerais.

A estudante Ismália Soares Santos, de 16 anos, procurou o cartório ontem para fazer a sua inscrição eleitoral e já saiu com o título em mãos, após deixar as impressões digitais no sistema que faz a biometria. “Aproveitei que minha mãe veio fazer a revisão e fiz o meu título também. Já fico mais tranquila”, disse.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »