24/04/2017 às 08h57min - Atualizada em 24/04/2017 às 08h57min

Obras inacabadas geram transtornos na zona sul

MORADORES DESOBSTRUÍRAM BARREIRA QUE IMPEDIA PASSAGEM NA AVENIDA LIDORMIRA BORGES DO NASCIMENTO

VINÍCIUS ROMARIO | REPÓRTER
Da Redação
Carros de passeio e até ônibus urbano trafegam por passagem aberta por moradores em barreira de contenção

Quem segue sentido Centro em direção ao setor de chácaras ou bairro Shopping Park, na zona Sul de Uberlândia, passando pela avenida Lidormira Borges do Nascimento, tem encontrado problemas de sinalização e trânsito. No trecho, após o Uberlândia Shopping, foram erguidas barreiras devido às obras de uma rotatória na convergência do Anel Viário Ayrton Senna com a avenida.

Com essas barreiras, o Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DEER/MG), responsável pelas obras, implementou um desvio no local que tem desagradado motoristas e moradores na região. A própria população desbloqueou parte dessas barreiras nos dois sentidos da via. A reportagem do Diário do Comércio esteve no local na quinta-feira, e mesmo com pouca sinalização e as passagens irregulares, o tráfego de veículos é intenso, inclusive sendo utilizado pelo transporte público da cidade.

O corretor de imóveis José da Silva Leão mora nas proximidades das obras e reclama do desvio e do fluxo de veículos, que, agora passa em frente à sua casa devido as contenções. “Aqui era tranquilo, agora o movimento é enorme, inclusive com carros e motos passando em alta velocidade”, afirmou.

Sobre o desvio, José da Silva afirmou que o desvio muito longo traz prejuízos para quem passa pelo local. “A gente era acostumado com um caminho simples e pequeno, agora tem que dar uma volta de uns 4 km. Os responsáveis precisam parar de enrolar e entregar essa obra”, disse.

A filha dele, Rosele Leão, também mora próxima ao local, mas, de acordo com ela, o comércio foi o grande prejudicado com o desvio. “As pessoas não estavam conseguindo mais chegar até o comércio da gente porque tinha que dar volta e quem não conhece, se perde. A gente sabe que abrir as barreiras não é certo, mas é a solução que tem, já que os responsáveis não fazem nada”, afirmou.

 

 

HISTÓRICO

Projeto original previa passagem elevada

 

As obras da rotatória no Anel Viário Sul no cruzamento com a avenida Lidormira Borges do Nascimento, próximo ao bairro Shopping Park, zona sul de Uberlândia, já foram temas de diversas reuniões, inclusive com interferência do Ministério Público Estadual (MPE).

No dia 8 de agosto de 2016, O MPE expediu uma recomendação pedindo a paralisação das obras. Na época, o órgão se posicionou contrário ao fato do DEER ter alterado o projeto original a fim de reduzir custos. O projeto previa a construção de uma passagem elevada, separando o trânsito urbano do rodoviário.

Após diversas reuniões, as obras foram retomadas no dia 31 de outubro, e o projeto continuou prevendo uma rotatória, com previsão de término em 30 dias. Até hoje a rotatória não foi finalizada e o trânsito no local continua interditado.

Por meio da assessoria de comunicação, O DEER informou que a conclusão das obras depende de “pendências relativas à liberação de áreas a serem desapropriadas e, também, de remanejamento de rede elétrica. Tarefas que estão a cargo da Prefeitura de Uberlândia”.

Sobre a sinalização do trecho, foi informado que “o canteiro de obras é sinalizado pelo DEER para orientar os motoristas sobre a restrição de tráfego no local. A retirada da sinalização de segurança é um ato de vandalismo. Vistorias são realizadas e, caso seja necessário, haverá a reposição da sinalização”.

Por meio da Secretaria de Comunicação, a Prefeitura informou que a retirada de postes do local já teve início e que o serviço deve ser concluído “o mais rápido possível”.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »