11/04/2017 às 08h25min - Atualizada em 11/04/2017 às 08h25min

Preço dos ovos de Páscoa varia até 55%

VINÍCIUS ROMARIO - REPÓRTER
Da Redação
Laurisley de Araújo costuma comprar sempre no mesmo estabelecimento

Uma pesquisa feita pelo Procon de Uberlândia revelou que os consumidores irão encontrar ovos de Páscoa da mesma marca e mesmo peso com preços que variam até 55% nas lojas da cidade. O levantamento foi feito entre os dias 9 e 13 de março deste ano e abrangeu 12 estabelecimentos comerciais e 61 variedades de ovos.

De acordo com o Procon, as variações detectadas pela pesquisa de valores entre um local e outro em 2017 é significativa em comparação ao verificado no ano passado. Isso porque, naquela ocasião, o mesmo levantamento do órgão apontou, de forma geral, variações de preços que não chegaram nem a 1% sobre um mesmo produto.

Neste ano, a menor variação encontrada nas lojas foi para os “Mini Ovos Lacta”, de 85 gramas. O valor mínimo encontrado para o produto foi de R$ 12,89, enquanto o maior foi de R$ R$ 12,98. Ou seja, uma diferença de 0,69%. Já a maior alteração verificada foi para o tipo “Homem Aranha Nestlé”, de 150 gramas. O menor preço achado foi de R$ 22,49, ao passo em que o maior foi de R$ 49,99, uma variação de 55,01%.

O gerente de compras de uma loja especializada em doces e chocolates que fica no bairro Martins, setor central, Paulo Ricardo Ferreira, disse que não tem notado tanta pesquisa de preço por parte dos consumidores. “O pessoal tem chegado e comprado. As vendas estão boas esse ano e quem deixar para a última hora vai ter dificuldade em encontrar ovos específicos”, afirmou.

Já a gerente de um supermercado também no bairro Martins, Denise Arcângela, relata que na loja onde ela trabalha os consumidores estão olhando e ainda não estão comprando. “A venda está baixa, até agora não saiu nem 5% do estoque, mas deve melhorar a partir de quinta-feira (13). O que tem saído bastante são as caixas de chocolate”, disse.

 

Consumidores

 

A dona de casa Suelen Roberta Mendonça passou em três estabelecimentos antes de finalmente comprar os ovos de Páscoa. “Deixei para comprar no último lugar onde fui, pois o preço estava melhor. A gente vê diferença de R$ 2 no mesmo ovo de loja para loja, parece pouco, mas como é chocolate para a família inteira, a economia é importante”, afirmou.

Já o professor Laurisley Marques de Araújo disse que não pesquisa tanto, mas que também preza pela economia. “Já sou acostumado a comprar em um único lugar, pois sei que os preços são bons. A economia fica mesmo na hora de escolher a marca e tamanho”, ressaltou.

 

Orientação

 

Diante à variação de preços dos ovos de Páscoa identificada neste ano, o Procon alerta aos consumidores sobre a necessidade de se tentar adquirir os produtos antecipadamente ao domingo de Páscoa (16). Isso por causa grande demanda, diante a lei da oferta e procura, que resulta num aumento significativo dos preços em comparação aos praticados em dias anteriores.

O Procon salienta ainda que nos dias após a Páscoa são comuns as promoções, em especial de itens que possuem vícios, como os quebrados ou amassados. A venda destes não é proibida, desde que o consumidor seja devidamente informado da condição, do desconto oferecido e que o produto não tenha se tornado inadequado ao consumo.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »