09/02/2017 às 08h22min - Atualizada em 09/02/2017 às 08h22min

FEBRE AMARELA. Morte de macacos reforça vacinação na zona rural

NA REGIONAL DE UBERLÂNDIA, HOUVE RUMORES DE EPIZOOTIAS EM ARAGUARI, ESTRELA DO SUL, INDIANÓPOLIS E PRATA

WALACE TORRES / EDITOR
DA REDAÇÃO

 

 

 

A Secretaria de Estado de Saúde orientou aos municípios que registraram rumores de epizootias (morte de macacos) a intensificar a vacinação contra a febre amarela na zona rural. Na área de abrangência da Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Uberlândia, que atende 18 municípios, foram registradas mortes de primatas em Araguari (1 macaco), Estrela do Sul (1 macaco), Indianópolis (1 macaco) e Prata (3 macacos). Já na área urbana desses municípios, o esquema de imunização não foi alterado e a vacinação segue a rotina.

Em boletim informativo sobre a febre amarela distribuído à imprensa, a SRS esclarece que a sua região de abrangência “não é área de risco, pois não há circulação do vírus de febre amarela e nem comprovação de epizootias”.

O rumor de epizootia é configurado a partir da notícia da morte de primatas. Já a investigação dos casos só é possível de ser feita quando são coletados materiais para análise. Em nenhum dos quatro municípios da SRS de Uberlândia foi possível coletar material em função do estado avançado de decomposição dos animais.

Em todo o Estado de Minas Gerais há 70 municípios com rumor de epizootias, dos quais 22 estão em investigação. Em 52 municípios a epizootia foi confirmada por critério clínico epidemiológico.

Na macrorregião do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba há outros oito municípios – seis na Regional de Uberaba e dois na de Ituiutaba – que também registraram morte de macacos. Em três deles – Frutal, Ibiá e Ituiutaba – foram coletadas amostras para análise. O único município da região onde foi confirmada a morte de macaco por febre amarela é Sacramento.

 

Monitoramento

 

Nos municípios com rumor de epizootia as secretarias municipais deram início a investigação num raio de 10 quilômetros do entorno onde as carcaças dos animais foram encontradas. A vacinação também está sendo feita casa a casa na zona rural. Para isso, os municípios receberam doses extras da vacina contra a febre amarela. Em Romaria e Cascalho Rico, a Superintendência Regional de Saúde também orientou que seja reforçada a vacinação de toda a população rural uma vez que esses municípios fazem limites com as áreas onde foram encontrados macacos mortos.

 

Minas

 

O último boletim divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde, em 8 de fevereiro, aponta um total de 908 casos suspeitos de febre amarela em Minas Gerais este ano. Dentre as notificações, 146 casos evoluíram para óbito, dos quais 66 foram confirmados para febre amarela. Pelo menos 85% das mortes foram do sexo masculino, com média de idade de 44,7 anos.

Até o dia 8 de fevereiro, o Estado havia distribuído um total de 4.484.400 doses da vacina para atender tanto as áreas selecionadas com estratégia de intensificação quanto as de vacinação de rotina. Dados fornecidos pelas Regionais de Saúde mostram que já foram aplicadas 2.433.390 doses, sendo 1.406.930 doses só nos municípios com surto de febre amarela. As regiões mais afetadas pelo vírus estão nas Regionais de Coronel Fabriciano, Governador Valadares, Manhumirim e Teófilo Otoni.

 

(artes)

Cidades com rumor de epizootia

 

Regional de Uberlândia

 

Cidade  Rumor  em investigação              confirmação para F.A.

Araguari              sim         -              -

Estrela do Sul    sim         -              -

Indianópolis       sim         -              -

Prata     sim         -              -

 

Regional de Uberaba

 

Cidade  rumor   em investigação              confirmação para F.A.

Conquista           sim         -              -

Frutal    -              sim         -

Ibiá        -              sim         -

Limeira do Oeste             sim         -              -

Pratinha              sim         -              -

Sacramento       -              -              sim

 

Regional de Ituiutaba

 

Cidade  rumor   em investigação              confirmação para F.A.

Gurinhatã           sim         -              -

Ituiutaba             -              sim         -

 

 

MINAS GERAIS

 

Casos notificados            908

Casos descartados          54

Casos confirmados         190

Municípios com casos suspeitos              71

Municípios com casos confirmados        38

Mortes suspeitas            146

Mortes por febre amarela          66


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »