02/02/2017 às 08h30min - Atualizada em 02/02/2017 às 08h30min

Escolas de samba vão se apresentar no Camaru

Evento não terá caráter competitivo e vai contar ainda com shows regionais

Walace Torres | editor

As escolas de samba e blocos carnavalescos de Uberlândia farão uma apresentação no dia 27 de fevereiro no Parque de Exposições do Camaru. Sem recursos do Município, diante do decreto de calamidade financeira que suspendeu repasses para eventos comemorativos e festivos por 180 dias, as escolas procuraram ajuda da iniciativa privada para não deixar o carnaval passar “em branco” na cidade. 

A festa no Camaru será realizada pela Cultura FM, que irá transmitir os principais momentos, com apoio da TV Integração, que também fará flashes durante a sua programação. O evento começa às 16h e vai até 1h. As escolas e blocos farão uma apresentação sem caráter competitivo na área de shows do Parque de Exposições. Cada agremiação irá levar duas alas, com bateria e os foliões com fantasias ou abadá da escola.
Representantes das escolas e blocos participaram de uma reunião na última segunda-feira para definir os detalhes do evento com os organizadores.
Será a primeira vez em 64 anos que o carnaval de Uberlândia não contará com o tradicional desfile. Também não haverá os bailes de máscara e de marchinhas, que aconteciam no Mercado Municipal e na praça Clarimundo Carneiro. Esses eventos dependiam basicamente de recursos públicos para montagem de estrutura, contratação de equipamentos, iluminação, segurança e artistas.
O evento no Camaru terá entrada franca. Além das escolas e blocos, haverá shows com artistas regionais. Pelo menos dois nomes já estão confirmados: Vinícius Sudário e Grupo Serelepe.
Por se tratar de um evento da iniciativa privada, a participação das agremiações está sujeita à apreciação da Associação das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos de Uberlândia (Assosamba). “Por se tratar de um evento não oficial as escolas têm que fazer um pedido formal à Assosamba. É um procedimento normal”, disse o presidente da entidade, Willian Couto. Segundo informou, uma reunião na próxima segunda-feira irá tratar desse assunto com as escolas e blocos.
São cinco escolas de samba em Uberlândia que poderão participar do evento: Acadêmicos do Samba, Garotos do Samba, Tabajara, Unidos do Chatão e Garra de Águia, que está em fase de avaliação. Já os blocos, apenas três poderão se apresentar: Aché, Aparu e Extravasa, que também está em avaliação. Já o bloco Ori Odara não desfilou ano passado e está suspenso. 
Durante os quatro dias de carnaval, as escolas também farão gritos de carnaval em suas quadras ou locais de ensaio.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »