22/10/2016 às 04h06min - Atualizada em 22/10/2016 às 04h06min

Victor explica que não havia estudado cobradores do Juve: "Foi no feeling"

Goleiro conta que tinha assistido apenas a duas cobranças de Robersson, mas que defesas que deixaram o Galo na semifinal foram mais na intuição do goleiro

 



Não é a toa que ele é chamado de santo pelos atleticanos. Victor pegou tudo no tempo normal do jogo contra o Juventude e ainda agarrou dois pênaltis para se tornar o herói do da classificação do Atlético-MG da Copa do Brasil. A derrota de 1 a 0 no tempo normal levou a partida para a disputa das penalidades. O camisa 1 do Galo comemorou muito o passaporte para a semi da competição eliminatória, que o alvinegro busca o bicampeonato, mas valorizou muito o desempenho do Juventude, que vendeu caro o resultado. 

Victor; Atlético-MG (Foto: Reprodução/TV)

Victor; Atlético-MG (Foto: Reprodução/TV)

Victor é o herói da classificação do Galo (Foto: Reprodução/TV)

- Fico feliz de poder ter defendido duas cobranças. Não podemos tirar o mérito do juventude que nos impôs dificuldades, poderíamos ter feito o gol, mas tivemos muitas oportunidades. O Elias foi um monstro também. Fico feliz de ajudar no momento certo poder ajudar.

Victor pegou um pênalti de Wallacer e um de Robersson. O goleiro do Galo disse que havia acompanhado duas cobranças do segundo batedor, mas garantiu que as defesas foram muito na intuição.

- Eu não tinha informação dos batedores, tinha visto duas cobranças do Robersson. Foi mais no "feeling" para fazer as defesas. 

Agora, o Atlético-MG enfrenta o Internacional, que eliminou o Santos, na próxima fase, mas a CBF vai divulgar os mandos do jogo nesta quinta-feira. Victor, que já jogou no Grêmio, disse que não há mais rivalidade com Colorado e que agora é voltar a atenção para o Brasileirão. 

- Não tem mais rivalidade, não tenho problema com o Inter, é focar no Atlético, positivo, agora é focar no jogo do final de semana, e, a partir disso, estudar o Inter, que vem num processo de evolução. 



Notícias Relacionadas »
Comentários »