17/10/2016 às 09h35min - Atualizada em 17/10/2016 às 09h35min

Ponto fora é comemorado na Chape, e Danilo volta a defender um pênalti

Destaque na classificação do time na Copa Sul-Americana, goleiro do Verdão do Oeste para o atacante Ábila da marca da cal e tem tarde inspirada no Mineirão

 


Bola na trave, defesas importantes e um pênalti defendido. Por todas as circunstâncias, a Chapecoense comemorou e muito o empate em 0 a 0 com o Cruzeiro, fora de casa. Com o resultado, o Verdão do Oeste chegou aos 42 pontos e está mais perto do número mágico para permanecer na primeira divisão do Brasileirão em 2017.

O triunfo passou pelas mãos de Danilo, que outra vez voltou a ser decisivo na marca da cal. Parou o atacante Ramon Ábila e somou 12,5 pontos no Cartola, um dos maiores pontuadores da rodada, que será completada nesta segunda-feira.

- Ponto importante. Temos que somar a cada jogo. Dedico esse pênalti para minha esposa Letícia e meu filho Lorenzo. Não é todo dia que pega um pênalti, ainda mais contra um time que jogou tão bem. O time do Cruzeiro é muito qualificado e conseguimos levar o ponto para casa - comemorou Danilo.

Cruzeiro; Chapecoense; Mineirão (Foto: Washington Alves/Light Press)

Cruzeiro; Chapecoense; Mineirão (Foto: Washington Alves/Light Press)

Chapecoense conseguiu um ponto ao empatar com o Cruzeiro, no Mineirão (Foto: Washington Alves/Light Press)

O zagueiro Neto também comemorou a igualdade. Para ele, frear o Cruzeiro em casa foi a missão dada antes da bola rolar e completada ao fim do apito.

- Resultado foi muito bom para a gente. Não é qualquer time que vai vir aqui e empatar. A gente sabia que era difícil furar o bloqueio e segurar ali atrás. É continuar focado no Brasileiro. 

O Verdão agora dá uma pausa no Brasileiro. Na quarta-feira, 21h45, encara o Junior Barranquilla, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. A partida de ida é na Colômbia.

Confira mais notícias do esporte de Santa Catarina no GloboEsporte.com/sc



Notícias Relacionadas »
Comentários »