29/09/2016 às 04h35min - Atualizada em 29/09/2016 às 04h35min

Entenda o que deu certo e o que deu errado na derrota para o Corinthians

Com Willian, Rafinha e Léo como titulares no lugar de Ábila, Arrascaeta e Bruno Rodrigo, Mano Menezes deixa Cruzeiro com disposição tática diferente em São Paulo

Na partida diante do Corinthians, nesta quarta-feira, em São Paulo, pela Copa do Brasil, o técnico Mano Menezes fez três mudanças em relação ao time considerado do Cruzeiro titular e que vem atuando na maioria das partidas. Léo, Rafinha e Willian começaram jogando nos lugares de Bruno Rodrigo, Arrascaeta e Ramón Ábila, que ficaram no banco. Os dois estrangeiros entraram no segundo tempo. Veja os melhores momentos do jogo no vídeo acima.

 



A derrota por 2 a 1 (veja os melhores momentos no vídeo acima) não aconteceu por causa das mudanças que, se não melhoraram o futebol do time, também não o tornaram pior. O GloboEsporte.com analisa o que foi diferente no esquema tático do Cruzeiro e as atuações individuais dos três jogadores que entraram.

Willian; Cruzeiro (Foto: Marcello Zambrana / Light Press)

Willian; Cruzeiro (Foto: Marcello Zambrana / Light Press)

Willian se movimentou muito, mas não foi objetivo (Foto: Marcello Zambrana / Light Press)

Willian

O Bigode tem características completamente diferentes das de Ramón Ábila. É mais leve, sai com frequência maior da área e se movimenta mais que o argentino. Por isso, foi titular diante do Corinthians. Willian chutou uma bola na trave e criou bons lances, mas não foi decisivo como o time precisava em momentos cruciais da partida. Terá outras chances entre os titulares, principalmente quando o time precisar ser mais veloz.

Léo

Teve participação discreta no jogo. O zagueiro fez, contra, o primeiro gol do Corinthians, num lance em que tinha poucas alternativas, já que a bola cruzada por Marquinhos Gabriel alcançaria Romero de qualquer maneira. No segundo gol, não acompanhou o atacante paraguaio após o chute de Marlone. É verdade que o cruzamento foi um chute e iria para fora, mas o certo é que Romero ficou cara a cara com Rafael para fazer o gol. Nos demais lances, teve atuação segura, não comprometendo o time e fazendo dupla entrosada com Manoel.

Corinthians x Cruzeiro - gol Romero (Foto: Marcos Ribolli)

Corinthians x Cruzeiro - gol Romero (Foto: Marcos Ribolli)

Léo marcou contra, o primeiro gol do Corinthians, no Itaquerão (Foto: Marcos Ribolli)


Rafinha

O meia substituiu Arrascaeta, mas não jogou na posição do uruguaio. Rafinha atuou aberto pela esquerda, ajudando na marcação pelo setor e se aproximando de Robinho e Willian em muitos lances. Tentou alguns chutes de média distância e conduziu a bola em demasia em alguns momentos. É um jogador de confiança de Mano Menezes, que tem contando com ele em vários jogos. Está crescendo nas últimas semanas e não será surpresa se for titular novamente em breve.

Esquema com Willian no ataque do Cruzeiro (Foto: GloboEsporte.com)

Esquema com Willian no ataque do Cruzeiro (Foto: GloboEsporte.com)

Disposição tática, com Willian no ataque do Cruzeiro (Foto: GloboEsporte.com)

Esquema tático

O esquema de jogo do Cruzeiro diante do Corinthians foi o mesmo das últimas partidas. A grande diferença foi a forma com que Mano Menezes dispôs as peças em campo. Normalmente, Mano escala Robinho na direita, Arrascaeta centralizado pelo meio e Rafael Sobis na esquerda, com Ramón Ábila como homem de referência. Nesta quarta-feira, quem atuou pela direita foi Sobis, com Robinho no meio, Rafinha na esquerda e Willian na frente.

A presença de Willian fez o esquema ter outro funcionamento, já que o Bigode sai mais da área, se aproximando dos três homens de criação. Com a obrigação de marcar o setor esquerdo do adversário, Sobis está chegando ao final das partidas exausto.

O mesmo acontece com Rafinha, que abusa dos chutes de longe e da condução da bola no segundo tempo. O melhor da mudança desta quarta foi a atuação de Robinho, que fica muito à vontade jogando pelo meio. Com ótima visão de jogo e grande qualidade no passe, o meia distribui bem o jogo e chega com facilidade à área para finalizar. Se Mano Menezes quiser jogar com Robinho e Arrascaeta juntos no meio, uma boa opção é usar o brasileiro como segundo volante, no lugar de Ariel Cabral, com o uruguaio atuando mais avançado.

Esquema com Ramón Ábila no ataque do Cruzeiro (Foto: GloboEsporte.com)

Esquema com Ramón Ábila no ataque do Cruzeiro (Foto: GloboEsporte.com)

Formação ofensiva que Cruzeiro costumava entrar nos últimos jogos (Foto: GloboEsporte.com)


Notícias Relacionadas »
Comentários »