04/10/2021 às 08h28min - Atualizada em 04/10/2021 às 08h28min

Comerciantes investem em tecnologia para expandir formas de pagamento e proporcionar segurança

Pagamentos por QRCode e cartões de aproximação são tendências no comércio de Uberlândia

GABRIELE LEÃO
Na lanchonete Bom de Minas os pagamentos online tiveram melhor adaptação, até mesmo pelo público mais idoso | DIVULGAÇÃO
A pandemia acelerou a tecnologia e isso influenciou diretamente na maneira de fazer pagamentos online. Em Uberlândia, comércios têm registrado alta na utilização da tecnologia para pagamentos, como QRCode e cartões por aproximação, que facilitam a vida dos empresários e dos clientes.

A Up Brasil lançou um aplicativo de cartão de benefícios com pagamentos via QRCode que facilita na hora de fazer compras e evitar a disseminação do coronavírus. Ao todo, são mais de 6 mil estabelecimentos credenciados para o pagamento via código.
Segundo o diretor de tecnologias da Up Brasil, Luiz Henrique Neves, o pagamento via código QR, além de trazer mais segurança para o usuário, também promove mais benefícios entre lojistas e clientes.

“O meio de pagamento mais presente é o cartão e nessa evolução o brasileiro precisa de mais facilidade. Com a leitura de QRCode você não precisa andar com o cartão físico e isso traz simplificação para o dia a dia. Além disso, com esse benefício, os comerciantes evitam perder vendas por falta do cartão, pois a pessoa abre o aplicativo e faz o pagamento na hora”, comentou.

Segundo uma pesquisa recente realizada pela Cielo, os pagamentos via código aumentaram 1.600% na pandemia. Em tempos de distanciamento social, o representante da UP, Luiz Henrique comentou que a opção de pagar com o código também ajuda na prevenção do coronavírus.

“As pessoas não precisam mais ter contato direto com  a maquininha, ou entregar o cartão para o funcionário. A única coisa que ela precisa fazer é apontar a câmera do celular”, explicou.

A gerente do Bom de Minas, Michele Flausino disse que, desde o início da pandemia, os pagamentos online tiveram melhor adaptação, até mesmo pelo público mais idoso.

“As pessoas começaram a repensar nos hábitos e temos hoje mais pagamentos online via QRCode do que outros, por exemplo. O público mais idoso também tem aderido a esta iniciativa, pois evita que eles tenham mais contato com a máquina de cartão”, contou.

A tecnologia ajudou em outros pontos do estabelecimento. Segundo a gerente, nas unidades localizadas no centro da cidade, o pagamento online foi uma maneira de facilitar o troco, agilizar o atendimento e evitar aglomerações.

SEGURANÇA
Com o intenso fluxo do dia a dia, Lúcio Luiz, que também trabalha no ramo de alimentos, percebeu a facilidade dos pagamentos online e segurança. Segundo Lúcio, com mais de 60% dos pagamentos feitos por cartão, ele não precisa se preocupar com assaltos.

“Isso facilita a vida do lojista e também do cliente, pois é uma via de mão dupla. Temos mais tranquilidade para trabalhar e o cliente também tem mais opções para o pagamento”, comentou.

O especialista em segurança da informação, Robson Xavier ressaltou que todas as opções de pagamento atuantes no mercado são seguras e criptografadas, mas é importante manter alguns cuidados para evitar golpes.

Os pagamentos online facilitam o dia a dia das pessoas e o sistema de segurança está avançado. Mas, isso não isenta as pessoas de cair em golpes de pessoas que agem de má fé. “Por isso, é muito importante que o consumidor que deseja utilizar os métodos online tenha habilidades para a gestão, esteja sempre atento às transações e não faça nenhuma delas antes de conferir os dados”, comentou.


Robson Xavier ainda fez um alerta sobre os cartões por aproximação. “Nem todos os bancos avisam os clientes sobre essa função, então é necessário conferir se o seu cartão tem essa habilidade. Nós sabemos que essa é uma ferramenta que facilita ainda mais a vida das pessoas, mas é importante fazer a verificação da senha, mesmo com o cartão aproximado, para evitar que se faça a transferência de valores errados e caia em golpes”, encerrou.
 

VEJA TAMBÉM: 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »