23/07/2021 às 09h00min - Atualizada em 23/07/2021 às 09h00min

Gravado em cemitério de Uberlândia, clipe de Gabriel O Pensador reflete sobre a pandemia

Polêmica, produção aborda as mortes causadas pela covid no país e mostra políticos brindando sobre as lápides com leques de dinheiro nas mãos

GABRIELE LEÃO
Música faz crítica aos governantes brasileiros | Foto: Divulgação
A faixa ‘Patriota Comunista’, do rapper Gabriel O Pensador, foi lançada nesta quarta-feira (21). Gravado em Uberlândia, no Cemitério Parque dos Buritis, o clipe mostra um retrato das mortes causadas pelo coronavírus no país.

Na coletiva de imprensa concedida nesta quarta-feira, o rapper comentou sobre a produção. “Censura, descaso com a vida e o meio ambiente, racismo, preconceito e discriminação em geral são males que sempre combati nas minhas composições. Infelizmente, são tão recorrentes que absurdos chegam a ser aceitos como algo normal”, disse.

“Meu desabafo vai além. É uma crítica que inclui a reflexão sobre atitudes e posicionamentos de (des) governantes e (des) governados. Onde a nossa compaixão virou egoísmo, onde nossa solidariedade virou ódio, onde a gente está se perdendo?”, questionou.

Inteiramente gravado em um cemitério, o videoclipe mostra políticos brindando sobre as lápides com leques de dinheiro nas mãos. O audiovisual tem direção de Fabio Masson e Victor Barão.

Com a ideia de gravar o videoclipe no cemitério, Gabriel comentou sobre os bastidores. “O local foi usado para retratar as mortes no clipe, a música foi um desabafo sobre a angústia que ele [personagem] sente com a nossa sociedade. Uma das intenções é que as pessoas abram os olhos e busquem a paz antes de morrer”, enfatizou.

O rapper ainda falou sobre a polêmica envolvendo a gravação do clipe em Uberlândia. “Na véspera do lançamento, os responsáveis do cemitério estavam preocupados com as aparições das lápides, então pediram para censurar algumas partes”, revelou. A gravação no cemitério ocorreu no dia 5 de julho, e o making of foi mostrado pelo próprio cantor nas redes sociais.

VEJA TAMBÉM:

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »