10/07/2021 às 08h15min - Atualizada em 10/07/2021 às 08h15min

Festival Mudante está de volta em sua 6ª edição

Espetáculo terá sua estreia no canal YouTube neste sábado (10), às 20h

DA REDAÇÃO
Espetáculo foi gravado em um local de natureza que chama a atenção I Foto: Divulgação
O Mudante - Festival de Música, Dança e Teatro completa seis anos e traz muitas novidades para esta edição. O espetáculo agora se adequou às restrições da pandemia e lança sua versão no audiovisual. Ele estreia neste sábado (10), às 20h, no canal do YouTube: Mudante - Festival de música dança e teatro.

Desde a sua primeira edição em 2012, o Festival foi sucesso de público e já trouxe grandes artistas de renome para atuar junto com os melhores artistas da cidade. Artistas como Oswaldo Montenegro, Luiza Possi, Leoni, Agnaldo Rayol, Cia de dança Balé Bolshoi Brasil e os Maestros: Júlio Medaglia, Roberto Tibiricá e Marcos Arakaki, dentre outros talentos que encantaram as plateias lotadas do Center Convention e do Teatro Municipal.

O Festival deste ano promete arrancar aplausos novamente, desta vez com a possibilidade de atingir um público ainda maior por meio da internet.  O tema do espetáculo “Verbos da Vida” tem o objetivo de tocar o público com as reflexões interpretadas pelos artistas que remetem a questões da alma humana, tão ressaltadas nesse momento de transformações que o mundo vive.

O Mudante acredita que a arte pode transformar as pessoas, pois fala diretamente com o inconsciente e toca a alma humana de um jeito único. Nesse momento de restrições de contato físico e de incertezas e medos, o espetáculo vem trazer à tona as questões tão delicadas e, ao mesmo tempo, complexas da alma humana que também pode “adoecer”, assim como pode e deve buscar o caminho da cura e do despertar de consciência.

A concepção e direção artística do Mudante é de Antônia Nunnes de Oliveira, produtora cultural e diretora da Viva Marketing Eventos e Cultura. “O espetáculo ‘Verbos da Vida’ tem a intenção de levar as pessoas para uma viajem para dentro de si mesmas, identificando em si partes do que é expressado pelos artistas do espetáculo. Cada ‘verbo’ da vida remete à uma fase da existência humana. Ver isso num espetáculo é saber que todos nós passamos por questões similares. Algumas experiências muito boas, outras difíceis, mas todos temos o potencial para a transmutação de tudo o que nos incomoda e todos podemos alcançar um espaço de liberdade e bem-estar”, comentou a diretora do Mudante.

O espetáculo foi gravado em um local de natureza que chama a atenção, com a intenção de impactar as pessoas com a beleza que nos cerca e muitas vezes não é percebida e que também faz parte do processo de cura, pois quanto mais o homem se distancia dos ciclos da natureza, mais ele adoece e vice-versa. Cenas que começam com o nascer do sol e finalizam com o pôr do sol, passando por imagens aéreas de um rio às margens de um vale verde.

A música clássica empresta sua capacidade de criar extroversão, elevação, êxtase e introspecção e dá o ritmo para os bailarinos que dançam enquanto a orquestra toca expressando através do movimento de seus corpos a vibração da música, ao mesmo tempo que ressaltam as interpretações do ator que conversa com as poesias do espetáculo.

Tudo junto, mas, ao mesmo tempo, separado, valorizando cada arte em sua singularidade, e também provocando a sinergia entre elas, criando um resultado que realça para o público a mensagem que está ali para ser interpretada, absorvida de forma única por cada um da plateia.

O Mudante é uma realização da Viva Marketing Eventos e Cultura através de recursos da Lei Aldir Blanc da Secretaria de Cultura e Turismo de Minas Gerais com apoio cultural da TV e Rádio Universitária.


VEJA TAMBÉM:
Exposição fotográfica vai celebrar o aniversário de Uberlândia
Festival de Dança do Triângulo tem edital aberto

 

 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »