13/04/2020 às 18h06min - Atualizada em 14/04/2020 às 00h00min

Associação Brasileira de Estomaterapia orienta: além de higienizar, cuide da saúde das mãos

Ressecamento rompe o manto ácido, protetor da pele, o que pode causar dermatites, rachaduras e até lesões. Feridas podem ser porta de entrada para micro-organismos e infecções

DINO
http://www.sobest.org.br


Lavar as mãos é uma das principais medidas para evitar a transmissão do coronavírus. A técnica adequada prevê o uso da quantidade apropriada de sabão, a lavagem das palmas, dorsos, a limpeza entre os dedos, polegares e pulsos. Outra ação importante além da higienização, principalmente com o uso do álcool gel, é a hidratação, que deve ocorrer pelo menos uma vez ao dia. "O álcool e o sabão, mesmo com componentes hidratantes, podem tirar a umidade natural e tornar a pele da região mais ressecada", explica a enfermeira estomaterapeuta Adriane Faresin, diretora de Comunicação da Associação Brasileira de Estomaterapia.

O ressecamento rompe o manto ácido, protetor da pele, o que pode causar dermatites, rachaduras e até lesões. Os machucados podem ser porta de entrada para micro-organismos e infecções.

"Todos precisamos encontrar na rotina diária um momento para hidratação das mãos. Uma boa opção é fazê-la antes de deitar", afirma a enfermeira. Os casos que merecem mais atenção são as crianças e idosos, que têm a pele naturalmente mais fina e sensível. A orientação é que seja dada preferência a loções hidrossolúveis " oil free", que não comprometam a ação dos produtos de higiene e antissépticos tópicos recomendados.

Cuidado também para evitar as queimaduras com o uso do álcool

O uso indevido e sem precauções dessas substâncias (em especial o álcool líquido) tem sido associado a uma maior ocorrência de lesões por queimaduras, principalmente em crianças (que têm ficado em casa devido ao isolamento social) e em adultos na cozinha (que muitas vezes manipulam a substância próximo ao fogão). "Por isso precisamos alertar a população com relação aos riscos e aos cuidados para a prevenção desses acidentes", ressalta a enfermeira estomaterapeuta Fernanda Mateus Queiroz Schmidt, integrante do Conselho Científico da Sobest.

Para a limpeza de ambientes internos do domicílio pode-se substituir o álcool líquido pela solução de hipoclorito de sódio (água sanitária) diluído. Utilize quatro colheres de chá (20 mL) de água sanitária por litro de água. Além disso, deve-se orientar quanto aos riscos na fabricação caseira utilizando álcool combustível, salientando a importância de se utilizar apenas produtos certificados para uso domiciliar.

SOBRE A SOBEST
A Associação Brasileira de Estomaterapia se consolida como entidade que promove a divulgação e valorização da Especialidade entre os profissionais de Enfermagem e de Saúde do país, que hoje assume destaque pelo compromisso com a ciência, ética e principalmente pela excelência do cuidado de pessoas com estomias, feridas agudas e crônicas, fístulas, drenos, cateteres e incontinências anal e urinária.



Website: http://www.sobest.org.br
Notícias Relacionadas »
Comentários »