08/12/2019 às 10h00min - Atualizada em 08/12/2019 às 10h00min

Leandro Salino é uma das referências do UEC para 2020

Jogador conta com sete disputas na maior competição europeia Champions League

ÉDER SOARES
Volante de 34 anos foi comandado pelo técnico Jorge Jesus no Braga de Portugal | Foto: Éder Soares
Em meio ao processo de pré-temporada do Uberlândia Esporte Clube (UEC) e de toda a expectativa para o início do Campeonato Mineiro, que começa para o Verdão no dia 22 de janeiro, contra o Atlético, no Estádio Parque do Sabiá, um jogador vem sendo um dos pilares no elenco alviverde, principalmente em relação a parte de liderança e experiência. Aos 34 anos, Leandro Salino carrega no currículo o peso de ter passado nove anos no futebol europeu, especificamente na Grécia e Portugal, onde, em 2009, teve como treinador Jorge Jesus, o mesmo que neste ano levou o Flamengo aos títulos do Brasileirão e da Libertadores.

“Foi muito bom. Eu comentei com alguns amigos meus, quando vi que ele estava vindo para o futebol brasileiro: ‘Vocês vão ver a diferença de treinador’. E o resultado está aí, com essa campanha fantástica do Flamengo. Essa passagem por Portugal e em especial com o Jorge Jesus, foi muito importante. Agora eu tento passar isso para os mais jovens e sempre quero estar aprendendo também”, disse Salino, que é natural de Juiz de Fora e começou a carreira nas categorias de base do Cruzeiro, depois ainda passando pelo América.

Ao todo, o jogador disputou sete edições da Liga dos Campeões da Europa. Pelo Olympiacos da Grécia atuou entre 2013 e 2016, disputando a competição de clubes mais importante do mundo ao lado de nomes conceituados como Cambiasso, Saviola e Vidal. Pela equipe portuguesa Braga, o jogador disputou a Liga Europa entre 2011 e 2012.

Em suas andanças pelo futebol europeu, Salino marcou craques mundiais como o sueco Ibrahimovic, o holandês Robin van Persie, o galês Ryan Giggs e os ingleses Rio Ferdinand e Wayne Rooney. “Foram nove anos de Europa, onde disputei sete edições da Champions League, cheguei em uma fase oitavas de final, pelo Olympiacos. Foi um grande aprendizado, pois quando retornei para o Brasil, em 2016, eu voltei totalmente diferente, principalmente em relação ao posicionamento tático. Eu já não corria tanto como corria com 20 ou 19 anos. Você cresce na idade e na experiência”, disse Salino.

Os títulos também fazem parte da carreira do meia, como o do Módulo I do Mineiro de 2005, pelo Ipatinga; Campeonato Carioca de 2007, pelo Flamengo; o tricampeonato da Liga Grega e uma Copa da Grécia, ambos pelo Olympiacos; uma Taça da Liga Portuguesa jogando pelo Braga, além de um Campeonato Baiano pelo Vitória, em 2017. Leandro Salino é irmão gêmeo do também meio-campista Leo Salino, que passou pelo Uberlândia Esporte em 2009.

Neste ano, Salino defendeu o Tupynambás no Campeonato Mineiro e também o Joinville (SC), na Série D do Brasileiro. Em ambos os clubes, o jogador foi comandado pelo técnico Felipe Surian, que agora está à frente do Verdão para a disputa do Mineiro. “O Leandro Salino é um jogador muito comprometido com os clubes por onde joga. Além da técnica, posicionamento e aplicação tática, é um jogador de grupo e que só irá ajudar o Uberlândia na conquista por seus objetivos”, disse Felipe Surian. “O Surian foi determinante para a minha vinda, foi uma pessoa que eu gostei muito de trabalhar e que me identifiquei muito, foi uma peça chave para o meu acerto com o Uberlândia”, retribui Salino.

GÊMEOS
Quando foi confirmado o acerto de Leandro Salino com o Verdão, muitos o confundiram com o seu irmão gêmeo, Leo Salino, que em 2009 vestiu a camisa do Uberlândia Esporte, mas que acabou tendo uma passagem apagada pelo clube. Segundo Leandro, estas confusões se tornaram rotina ao longo dos anos. “Essa confusão eu já esperava que iria acontecer. Quando eu acertei aqui com o Uberlândia, vieram falando que era o Leo. Sei que ele esteve aqui e então pedi algumas referências sobre a cidade e o clube. Ele me falou as melhores coisas possíveis e que também me ajudaram na escolha.”

Em relação ao Campeonato Mineiro, o volante só voltou a disputar essa competição depois de mais de uma década. Neste ano, ele defendeu o Tupynambás, equipe de Juiz de Fora, sua cidade natal, e realizou um sonho de jogar profissionalmente ao lado do irmão. “Era um sonho que eu tinha de jogar profissionalmente com o Léo e fomos muito bem. Como adversários, já nos enfrentamos outras vezes, eu pelo Ipatinga e ele pelo América, isto em 2005, sendo que eu venci nas duas oportunidades. Espero que agora, contra o Tupynambás, ano que vem, nosso time possa estar bem e que eu possa vencer mais uma vez”, afirmou.

O jogador do Verdão afirma ainda que o Campeonato Mineiro é um dos mais equilibrados e difíceis do Brasil. “O Mineiro é uma competição muito difícil, traiçoeira, e com equipes que trabalham há dois meses, ou até mais, para a competição. Então a nossa equipe precisa estar muito forte para jogar de igual para igual com todos, e dessa forma conquistarmos todos os seus objetivos”, disse Salino, que elogiou o fato de o Verdão estar apostando num elenco que reúne jovens oriundos das categorias de base com jogadores rodados pelo futebol mineiro e nacional.

“Acho que o Uberlândia está fazendo uma mescla que é muito importante, pois tem que ter jogadores experientes como o Serginho (volante), o Rafael (goleiro), o Plínio (zagueiro), o Tiago Amaral (centroavante) e jogadores da base, jovens e com vontade de vencer na vida. Eu vi a garotada do Uberlândia jogando lá em Juiz de Fora, contra o Tupi, pelo Mineiro de Juniores, e fizeram uma grande campanha. Acho que este caminho é muito importante e vai render frutos ao clube”, afirmou.

Para finalizar, o volante do Verdão disse estar confiante que o Uberlândia será uma das sensações do Estadual. “Com certeza, acho que é possível o Uberlândia fazer uma grande campanha neste Campeonato Mineiro. É um clube e uma torcida que cobram muito e têm razão, pois aqui dão toda a estrutura para o jogador trabalhar. Que a torcida possa abraçar este projeto junto com nós jogadores, imprensa e diretoria. É dessa forma, todos juntos, que chegaremos às semifinais e conseguir também vagas para a Série D e Copa do Brasil”.

FICHA TÉCNICA
Leandro Salino do Carmo
Idade: 34 anos
Nascimento: Juiz de Fora
Altura: 1,70
Peso: 63
Clubes: América Mineiro, Cruzeiro, Ipatinga, Camacha (Portugal), Nacional (Portugal), Braga (Portugal), Flamengo (RJ), Olympiacos (Grécia), Vitória (BA), Santa Cruz (PE), Botafogo (SP), Tupynambás (MG), Joinville (SC) e Barra (SC).
 
TÍTULOS
Ipatinga: Campeão Mineiro (2005)
Flamengo: Campeão Carioca (2007)
Olympiacos: Liga Grega (2013/14, 2014/15 e 2015/16)
Olympiacos: Copa da Grécia (2014/15)
Braga: Taça da Liga Portuguesa (2012/13)






 

Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »