22/11/2019 às 08h12min - Atualizada em 22/11/2019 às 08h12min

Grupo de Dança da UFU apresenta novo espetáculo em Uberlândia

Provisório Corpo exibe novo trabalho com direção de Zé Reis

ADREANA OLIVEIRA
Bailarinos ensaiam “O corpo poderia se chamar aqui” | Foto: Pedro Lacerda/Divulgação

O Provisório Corpo Grupo de Dança, formado na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), apresenta nesta sexta-feira (22) um novo espetáculo. “O corpo poderia se chamar aqui” é uma remontagem de uma obra do coreógrafo Zé Reis, de Teresina (PI) e em Uberlândia terá  seis dançarinos de Brasília (DF). A apresentação tem entrada franca no bloco 3M do Campus Santa Mônica.

Projeto de extensão do curso de Dança da UFU, o Provisório Corpo tem na direção Ricardo Alvarenga, que está animado com a parceria com Zé Reis, responsável pela dramaturgia e direção do espetáculo, original de 2017. Surgiu a partir de uma chamada pública para pessoas com ou sem experiência em dança que chegaram ao processo de criação com desejos, naturalidades, formações e problemas diferentes. A potência do trabalho está em como esses corpos produzem juntos uma dança que fale de si, do outro e do mundo.

“O corpo poderia se chamar aqui” traz a proposta de uma dança interrompida, inspirada no processo de vida dos bonsais - plantas cujas raízes foram bloqueadas para impedir seu crescimento e transformá-las em objetos decorativos. O processo é inspirado no livro “Sociedade do Cansaço”, do filósofo coreano Byung-Chul Han. O autor critica o excesso de positividade, estímulos, informações e impulsos e se coloca contra a atenção fragmentada, a hiperatenção e a multitarefa, possíveis virtudes de um ser contemporâneo.

“Acredito na dança como relação, duração, ampliação de limites e de percepções. O público vai se deparar com uma dança cheia de paradoxos: amor, violência, delicadeza, indignação, ironia, rupturas e recomeços”, disse Zé Reis.

O espetáculo tem cocriação Clara Sales, Consuelo Ferreira, Lucas Gomes, Luh Gomes, Rafael Alves, Yasmin Boreli, Ricardo Alvarenga e paisagem de som de Arnold Gules.  

SERVIÇO
O QUE: espetáculo “O corpo poderia se chamar aqui”
QUEM: Provisório Corpo Grupo de Dança
QUANDO: sexta-feira (22), às 21h
LOCAL: sala Ana Carneiro – Bloco 3M – Campus Santa Mônica a UFU
ENTRADA FRANCA
CLASSIFICAÇÃO: 18 anos









 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »