30/10/2019 às 07h53min - Atualizada em 30/10/2019 às 07h53min

FMF retoma fórmula para o Módulo I de 2019

Competição volta ao formato de 2017, mas terá duas disputas paralelas

EDER SOARES
Reunião entre representantes de times foi realizada na tarde de ontem na Federação Mineira | Foto: Divulgação

Foi definida, na tarde desta terça-feira (29), a forma de disputa do Campeonato Mineiro – Módulo I para o ano que vem. A competição começará no dia 22 de janeiro e contará com regulamento diferente das duas últimas temporadas. O campeonato será em turno único, com 11 jogos na primeira fase, classificando-se os quatro primeiros para as semifinais, que serão disputadas com jogos de ida e volta, assim como a final. O certame terá um total de 15 datas, uma a menos em relação à competição deste ano. A tabela será divulgada até o dia 22 de novembro, 60 dias antes de começar o campeonato conforme determina o Estatuto de Torcedor.

O formato foi definido  em reunião realizada na sede da Federação Mineira de Futebol (FMF), em Belo Horizonte, entre os 12 representantes dos clubes e contou com unanimidade na aprovação. Esta é a mesma fórmula de disputa utilizada até o ano de 2017 e que foi considerada uma vitória por parte dos clubes da capital: Cruzeiro, Atlético e América, que eram a favor deste modelo. Em 2018 e neste ano, as 12 equipes jogavam em turno único, mas avançavam os oito primeiros para as quartas de final, que eram disputadas em partida única no campo da equipe de melhor campanha. O formato antigo era o preferido pelos clubes do interior.

NOVIDADES
Uma das principais novidades para 2020 é que o Campeonato Mineiro terá a disputa do Troféu Inconfidência, com as equipes que terminarem a fase classificatória entre quinto e oitavo colocados. Eles jogarão em sistema de semifinal e final. Depois, o campeão do Troféu Inconfidência e o campeão Mineiro do interior disputarão o título da Recopa.

A FMF ainda não definiu se os dois torneios darão vagas para alguma competição nacional, seja Série D do Brasileiro ou Copa do Brasil, o que dependerá ainda do aval da CBF. O Uberlândia Esporte Clube (UEC), que retorna à elite estadual depois de disputar neste ano o Módulo II, foi representado no conselho técnico pelo presidente, Flávio Gomide, e o diretor de futebol, Fabrício Tavares. Além do Verdão, representarão o Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba a URT de Patos de Minas e a Patrocinense.

O Uberlândia começa a pré-temporada no dia 25 de novembro, quando todo o elenco será apresentado. A equipe terá no comando técnico Felipe Surian, que comandou o time na disputa da Série D do ano passado. Até agora, além dos jogadores oriundos das categorias de base, o clube confirmou apenas as permanências do goleiro Diego, dos zagueiros Rogério e Tayron, do volante Luiz Alexandre e dos atacantes Leo e Hugo. A única contratação anunciada até o momento é o meia Diogo Peixoto, que vestirá a camisa alviverde pela terceira vez. Segundo informado pelo diretor de futebol do clube, Fabrício Tavares, o elenco está 90 % contratado.
 
Clubes do Módulo I
Atlético – Belo Horizonte
América – Belo Horizonte
Cruzeiro – Belo Horizonte
Coimbra -  Belo Horizonte
Caldense – Poços de Caldas
Boa Esporte – Varginha
Patrocinense - Patrocínio
URT – Patos de Minas
Villa  Nova – Nova Lima
Tombense - Tombos
Tupynambás – Juiz de Fora
Uberlândia





 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »