15/10/2019 às 15h13min - Atualizada em 15/10/2019 às 15h13min

Prédio residencial de 7 andares desaba em Fortaleza

Uma morte foi confirmada, segundo o Corpo de Bombeiros, e oito pessoas foram resgatadas

FOLHAPRESS
Um prédio residencial desabou em Fortaleza na manhã desta terça-feira (15). Uma morte foi confirmada, segundo o Corpo de Bombeiros, e oito pessoas foram resgatadas. Além da pessoa que morreu, cujo nome não foi revelado, os sobreviventes foram levados ao IJF (Instituto José Frota).

O edifício, de sete andares, está localizado entre as ruas Tibúrcio Cavalcanti e Tomás Acioli, no bairro Dionísio Torres, zona nobre da capital cearense.

De acordo com os bombeiros, de 10 a 15 pessoas poderiam estar sob os escombros e vizinhos relataram que viram algumas pessoas deixando o local correndo após o ocorrido. O desabamento ocorreu por volta das 10h30.

Um estabelecimento comercial ao lado foi atingido pelos escombros, além de carros e um caminhão que estavam na rua -um homem que ficou preso no mercadinho atingido foi resgatado e encaminhado a um hospital.

As ruas no entorno foram bloqueadas pela polícia. O Corpo de Bombeiros pediu para que vizinhos deixassem seus imóveis, devido aos riscos de explosão por conta de vazamento de gás e de choque dos fios de energia elétrica.

Os familiares estão sendo levados para uma casa próxima quando chegam ao local do desabamento. Todos estão concentrados no imóvel à espera de informações, com acompanhamento de psicólogos.

Helicópteros foram levados para a região para deslocamento mais rápido de outros moradores feridos, assim como ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Ainda não há informação do que pode ter causado a queda do prédio, que fica a três quilômetros da praia de Iracema, um dos tradicionais pontos turísticos da capital cearense.

O governador Camilo Santana (PT) lamentou a tragédia e disse por meio das redes sociais que colocou toda a força operacional do estado no socorro às vítimas. O petista, que estava chegando a Brasília para cumprir agendas, cancelou os encontros e voltará para Fortaleza para acompanhar o resgate. "Além das ações efetivas das nossas forças de segurança, façamos uma corrente de oração para que as vidas sejam salvas", escreveu.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »