25/09/2019 às 07h46min - Atualizada em 25/09/2019 às 07h46min

Novo treinador do Verdão será apresentado na sexta (27)

Nome do profissional que comandará o time em 2020 é mantido em sigilo

EDER SOARES
Equipe ficou com o vice-campeonato esse ano, o que garantiu o acesso à divisão especial | Foto: Arquivo Diário

Faltando praticamente dois meses para o começo da pré-temporada visando a disputa do Campeonato Mineiro – Modulo I, a diretoria do Uberlândia Esporte Clube (UEC) confirmou que anunciará, na manhã da próxima sexta-feira (27), no CT Ninho do Periquito, o nome do treinador que comandará a equipe na temporada de 2020.

A diretoria alviverde mantém sigilo em relação ao nome do técnico e garante que só será divulgado na hora da apresentação, já que o profissional ainda não assinou o contrato. Alguns nomes são especulados nos bastidores como os de Ademir Fonseca, que comandou a equipe no acesso do Módulo II neste ano; Felipe Surian, que treinou o time na boa campanha realizada na Série D do Brasileiro no ano passado; e Wellington Fajardo, com cinco passagens pelo clube e que conquistou o acesso com o Manaus para a Série C do Brasileiro neste ano.

Também será apresentado na ocasião o novo preparador físico, Altamir Vicente Ferreira Júnior, conhecido como Juninho. Ele é de Uberlândia, foi preparador das categorias de base do Verdão, mas logo depois rodou por vários clubes do futebol brasileiro, como Boa Esporte, CSA (AL) e Guarani de Campinas (SP).

Segundo o diretor de futebol do Uberlândia, Fabrício Tavares, o novo treinador chegará para dar seguimento ao trabalho realizado neste ano, quando o clube foi vice-campeão do Módulo II e garantiu o retorno à elite estadual.

“Ele chegará para nos ajudar no seguimento do projeto que começou neste ano e que obtivemos sucesso com 12 jogadores da base no elenco. Teremos um time mesclado de atletas jovens e experientes, e este treinador chega para fazer esta ‘engrenagem’ trabalhar da melhor maneira possível, a fim de que consigamos conquistar os nossos objetivos”, disse Tavares.

Em relação à formatação do elenco, que o diretor garante já estar com 85% contratado, ele afirma que não haverá estrelas. “Será uma equipe homogênea, sem medalhões, com jogadores comprometidos, buscando, no Uberlândia, uma chance de visibilidade maior para suas carreiras”, afirmou.

O Verdão tem como principais objetivos para a próxima temporada, conquistar uma das três vagas do estado para a Série D de 2021, uma vaga para a Copa do Brasil, competição que o Verdão disputou no ano passado e faturou mais de R$ 1 milhão de reais, além de permanecer na divisão de elite.

A Federação Mineira de Futebol (FMF) deverá, no próximo mês, convocar os 12 clubes para a realização do conselho técnico do Módulo I. A previsão é que a competição comece na primeira quinzena do mês de janeiro.


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »