13/08/2019 às 08h03min - Atualizada em 13/08/2019 às 08h03min

Atacante vai para o gol e ainda marca duas vezes no Amador em Uberlândia

Queijinho garantiu a vitória do Vasco sobre o Atlanta

EDER SOARES
Queijinho soma três títulos pelo Amador de Uberlândia e atualmente defende o Vasco | Foto: Divulgação

O atacante João Paulo, conhecido no meio do futebol amador da região apenas como Queijinho, mostra e prova que não é bom apenas com a bola nos pés. No último domingo (11), pela quinta rodada do Campeonato Amador de Uberlândia, ele foi chamado para suprir a ausência do goleiro Cairo, que não pôde comparecer. Se não bastasse as boas defesas, o atacante/goleiro ainda cobrou e converteu as duas penalidades que deram a vitória por 2 a 1 do Vasco sobre o Atlanta.

Essa não foi a primeira vez que Queijinho é destaque atuando como goleiro. No ano passado, jogando pelo Amador de Araguari, o atacante foi para o gol e ainda defendeu uma cobrança de pênalti. Ele garante que apesar de ser atacante, tem certa intimidade para jogar no gol, por isso às vezes é chamado para “quebrar um galho”.

“Estou muito feliz pelo final de semana, por ter jogado no gol e ter ajudado o Vasco. Brinco várias vezes no gol, mas sempre por brincar mesmo. Tenho muita noção como goleiro. Como nosso goleiro não podia ir na partida por motivo de trabalho, perguntaram-me se eu não jogaria.  Eu aceitei tranquilamente”, disse Queijinho.

Queijinho tem 26 anos, é nascido em Ituiutaba, mas reside no Prata. O atacante é um dos mais requisitados por clubes amadores de Uberlândia e da região. Somente pela competição organizada pela Liga Uberlandense de Futebol (LUF), Queijinho soma títulos, pelo Guará (2012), Rio Branco (2013) e Tocantins (2017).

 
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »