06/08/2019 às 07h57min - Atualizada em 06/08/2019 às 07h57min

Hannibal quer adversários do topo do ranking do UFC

Uberlandense chegou à quinta vitória seguida na franquia no domingo (4)

EDER SOARES
Hannibal bateu americano Cole Williams; luta deveria ter sido contra russo, cortado por problemas de visto | Foto: UFC/Divulgação

Após conquistar sua quinta vitória seguida no UFC e se manter invicto na maior franquia do MMA Mundial, Claudio Hannibal pede para que a direção lhe dê a chance de enfrentar adversários mais bem ranqueados na categoria dos meio-médios (até 77kg). O uberlandense entrou no octógono na madrugada do último domingo (4), quando finalizou o norte-americano Cole Williams no UFC Newark, nos Estados Unidos.

Williams, estreante no UFC, entrou no card principal de lutas nos últimos dias, depois que o russo Emeev teve problemas com o seu visto de entrada nos Estados Unidos. Hannibal liquidou o combate com um mata-leão ainda no primeiro round.

"Eu venci vários nomes de peso e quero me manter ativo. Fiquei longe da minha família por um tempo, então quero relaxar um pouco, mas adoraria lutar em dezembro”, disse Hannibal, que logo depois da vitória sobre Williams, citou seus feitos na franquia e pediu mais oportunidades.

“Eu ganhei do Leon Edwards, um cara que está com oito vitórias consecutivas. Eu não estou no top 5 porque tive uma lesão que me tirou por três anos e meio. Mas voltei, venci o Nordine Taleb, o Danny Roberts, que são caras duríssimos. Acho que eu mereço caras mais bem ranqueados, mas é questão de tempo para eu estar nas cabeças”, afirmou o brasileiro, especialista em jiu-jitsu, mas que tem feito um bom papel na luta em pé. "O jiu-jitsu é o meu carro-chefe, mas às vezes você tem oportunidade de nocautear. Tenho que estar pronto para todas as alternativas da luta."

A LUTA

Os dois atletas começaram trocando golpes em pé, com o brasileiro não encontrando a distância. Hannibal então levou a luta para o solo, trabalhou bem as transições, pegou as costas de Williams e castigou o rival no ground and pound, até encontrar espaço para encaixar o mata-leão e finalizar o duelo.

Além de emplacar a quinta vitória no UFC, Hannibal também conquistou a terceira vitória consecutiva por finalização e empatou com Manny Bermudez e Nathaniel Wood com a sequência mais longa de finalizações no UFC.

Em sua última luta, realizada em março deste ano, Hannibal venceu o britânico Danny Roberts, por finalização, no terceiro round do UFC London (Inglaterra).  Antes, ele havia lutado no UFC Liverpool (Inglaterra), em maio do ano passado, quando finalizou o canadense Taleb Nordine.

Em 2014, o uberlandense bateu o britânico Leon Edwards, no UFC de Uberlândia, enquanto a primeira vitória na franquia foi no mesmo ano, diante do também britânico Brad Scott, em Londres. Até o momento, em seu cartel geral no MMA, ele soma 13 vitórias e apenas uma derrota.


 


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »