21/05/2019 às 08h07min - Atualizada em 21/05/2019 às 08h07min

Sapateado para apreciação de todos

Leo Sandoval é convidado da semana do Uai Q Dança, que neste ano chega à 21ª edição e traz mudanças

DA REDAÇÃO
Leo Sandoval durante apresentação com o contrabaixista Greg Richardson em Nova York (Reprodução YouTube)
Leonardo Sandoval (SP) tinha 21 anos quando esteve pela primeira vez em Uberlândia participando da Semana do Sapateado do UAI Q Dança. Na época, profissionalizava-se no Rio de Janeiro. O evento chega à 21ª edição neste 2019 e ele está de volta com dez anos a mais de experiência para compartilhar com outros sapateadores da cidade e para mostrar ao público que terá oportunidade de vê-lo na programação que tem entrada franca até o próximo sábado. E chega como bailarino da Cia Dorrance Dance, de Nova York.

O sapateador conversou na manhã de ontem com a reportagem do Diário de Uberlândia e falou um pouco de sua trajetória iniciada na dança aos 6 anos de idade. “Entre os 6 e os 21 anos de idade eu fiz ballet. O sapateado veio naturalmente. Os professores perceberam que eu era uma pessoa muito musical desde a primeira aula e acharam que seria legal eu fazer uma dança mais rítmica, percussiva também”, disse Sandoval.

E nessa, não foi ele quem escolheu o sapateado, foi o sapateado que o escolheu. “Me senti em casa. Para sapatear é preciso entender um pouco de música. Não que tenha que tocar algum instrumento ou saber toda a teoria, mas é preciso identificar os compassos, ter um ouvido musical. Eu agora que comecei a me aventurar com instrumentos de percussão”, contou ele, que é filho de um baterista.

Para Sandoval, o sapateador é dançarino e músico ao mesmo tempo, assim como quem trabalha com dança percussiva, percussão corporal, sapateado ou flamenco. “Esse é o tipo de coisa que acho interessante compartilhar com quem participa das minhas oficinas”.

Sandoval mora nos Estados Unidos desde 2013, onde dá aulas e se apresenta onde o público chamar. Ele é bailarino da aclamada Cia Dorrance Dance, dirigida pela coreógrafa Michelle Dorrance em turnê pelos Estados Unidos, Europa e Ásia, incluindo os festivais Jacob´s Pillow e Fall For Dance, The Lincoln Center, The Joyce Theater e Danspace Project em Nova York. Também trabalha é artista solo e coreógrafo. Desde setembro de 2014, é um artista em residência na American Tap Dance Foundation.

“As pessoas ficam curiosas sobre dançar para a Dorrance e até impressionadas. O que acho mais legal na companhia é que ela consegue levar o sapateado para fora do núcleo de sapateadores. Estamos nos apresentando em grades palcos antes exclusivos de dança contemporânea”, explicou.

ENVOLVIMENTO

Panmela Tadeu, coordenadora da 21ª edição explica que neste ano a produção mudou um pouco. As atividades não estão concentradas apenas nesta semana. Um dos espetáculos foi apresentado em abril e outros estão programados para o segundo semestre.

As aulas de Leo Sandoval, por exemplo, são uma realização da escola junto com as alunas. “Nos anos anteriores realizávamos as oficinas e determinávamos um valo de inscrição de acordo com os custos. Desta vez, elas estiveram envolvidas em tudo. Fizeram até um bazar para ajudar na vinda do Leo pra cá”, comentou.

As expectativas de Panmela, nesse ponto, já foram até superadas. “É bom ver o envolvimento das alunas e ter essa troca. Elas sabem de todos os detalhes que envolvem uma produção dessas e aprendem um pouco mais sobre o trabalho de bastidores, que nem sempre é fácil”, disse.

Ao longo da semana as alunas do Tap Avançado terão residências coreográficas com Sandoval. Além dele, outros sapateadores estarão presentes nas aulas, como Débora Keller (Ribeirão Preto), Gabriella Adami (Rio de Janeiro) e Panmela Tadeu.

Na sexta-feira (24), será realizado o “Play Dance” com uma Jam Session, noite de improvisações de sapateado com música ao vivo. O evento acontece no Palco de Arte e é aberto ao público.

No sábado (25), Dia Internacional do Sapateado, o tradicional TAP na Rua - passeata dos sapateadores, alunos, amigos e familiares, com música, cartazes e diversão - sairá às 9h do Uai Q Dança (rua Felisberto Carrijo, 386- Bairro Fundinho) até a praça Coronel Carneiro. Em seguida, acontece o Cine Dança, sessão de filme em que será exibido vídeo de sapateado fechando a programação, que é toda gratuita. Mais informações: 32363-5056.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »