22/04/2019 às 09h54min - Atualizada em 22/04/2019 às 09h54min

Grupontapé de Teatro celebra o Dia da Terra em Uberlândia

Apresentação de Danças Circulares e meditação com tambor marcarão o dia 22 de abril.

Foto: Divulgação

O Grupontapé de Teatro, em parceria com o Centro de Estudos de Xamanismo Mamãe Ursa realiza nesta segunda-feira (22), uma roda aberta de danças circulares e meditação com tambor na Escola Livre (Rua Tupaciguara, 471). O evento é realizado em comemoração ao Dia da Terra. O encontro começa às 19h e tem entrada franca.

 

A Roda será conduzida pela focalizadora de danças e atriz do Grupontapé, Katia Lou. Já a meditação com tambor será oferecida pela  condutora de práticas de Xamanismo, Luisa Galvão (Mamãe Ursa).

 

O Dia da Terra é comemorado em todo o mundo. É uma data para reconhecer a importância do planeta, e para refletir sobre como podemos colaborar para protegê-lo. “Queremos que os nossos expectadores venham com a intenção de celebrar a data com as demais pessoas de nosso planeta, que neste dia se unem para vibrar e propor ações em prol do cuidado com a Terra”, destaca Katia Lou.

 

Danças Circulares

 

As Danças Circulares fazem parte de um movimento de dança contemporânea que surgiu com Bernhard Wosien (1908-1986), bailarino polonês/alemão, professor de danças, que a partir das décadas de 1950 e 1960 pesquisou e divulgou danças circulares de vários povos da Terra, buscando a valorização das diversidades das culturas, e contando com o apoio para o desenvolvimento de suas práticas da Comunidade de Findhorn, na Escócia, onde viveu por muitos anos.

 

“Neste dia, vamos dançar em agradecimento, celebração e conexão com a Mãe-Terra. Além disso, a nossa parceira Luisa Galvão vai conduzir uma meditação com tambor, para nos lembrar de pulsar os nossos corações junto ao pulsar do coração do planeta”, disse Katia Lou.

 

Segundo a focalizadora, qualquer pessoa poderá participar. “Você não precisa ser praticante de danças para praticar a atividade. As coreografias serão ensinadas na hora e dançaremos todos juntos. Quem quiser poderá trazer o seu tambor para tocarmos juntos, na batida do coração”, acrescentou Lou.

 

Xamanismo

 

Segundo o xamã Léo Artese:  o xamanismo resgata a relação sagrada do homem com o planeta. “A Mãe-Terra tem vida. Nós somos parte dessa vida. Nossos corpos são compostos dos mesmos minerais que suprem o corpo da Mãe-Terra. Nosso espírito e alma é uma parte dela também.  No xamanismo, devemos entrar em comunicação com a Mãe-Terra para recebermos os seus ensinamentos, com o coração sincero, contemplando sua beleza e sua diversidade. Assim podemos ouvi-la nas vozes dos animais, nos ventos, águas, numa planta que cai”, explica Luisa Galvão.

  

Serviço

O quê: Celebração do Dia da Terra | Danças Circulares e Meditação com Tambor*

Quando:  22/04/2019

Entrada Franca

Horário: 19h

Informações: 99222-0077


Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »