15/04/2019 às 17h46min - Atualizada em 15/04/2019 às 17h46min

Seminário discute política cultural atual no Brasil

Debates acontecem no Itaú Cultural e podem ser acompanhados pela internet

DA REDAÇÃO
A historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz abre os debates nesta quarta-feira (17) (Reprodução Facebook)
Nesta quarta e quinta-feira (18), o Itaú Cultural realiza o seminário Arte, Cultura e Política no Brasil Contemporâneo: uma Perspectiva a Partir do Rumos Itaú Cultural. O encontro reunirá especialistas das diferentes áreas de expressão artística para debater o atual cenário dos três eixos que dão nome à atividade. Toda a reflexão é alimentada por subsídios baseados na série histórica do programa Rumos a partir dos editais de 2013-2014, de 2015-2016 e o mais recente, de 2017-2018.

O instituto realizou uma pesquisa sobre um total de 1.723 fichas de inscrição e sobre os projetos finalistas do Programa Rumos nestes três momentos. O objetivo foi investigar os impactos gerados pelo novo formato do edital e como as suas alterações são percebidas pelos diversos agentes culturais. Ela revela, por exemplo, que as inovações e alterações no Rumos ocorridas a partir de 2013 marcaram uma nova fase na seleção de projetos artísticos e culturais no Brasil, em que a ideia é o foco. Este formato, segundo o estudo, ampliou a possibilidade de acesso a recursos para criadores que não tinham espaço no estabelecido mercado de editais e ampliou as possibilidades de realização aos criadores que, de alguma forma, já estavam sendo contemplados em outros processos.

O seminário, compartilha com o público estes resultados e aprendizados, sem perder de vista os demais editais e como eles foram se transformando. A historiadora e antropóloga Lilia Schwarcz abre os debates no dia 17, às 20h, com a palestra Cultura, Arte e Política no Brasil Contemporâneo, com a participação do diretor do Itaú Cultural Eduardo Saron.

Na quinta-feira são realizadas mais três mesas – às 14h, 17h e 20h –, com participações de profissionais de áreas de expressão artística diversas, ao lado da gerente do Núcleo de Comunicação do Itaú Cultural, Ana de Fátima Sousa, o gerente do Núcleo de Inovação, Marcos Cuzziol, e o de Música, Edson Natale. Quem não estiver em São Paulo pode acompanhar a transmissão ao vivo pelo site do Itaú Cultural.

Entre as discussões levantadas estão as maneiras de pensar e fazer cultura; a arte e a política no Brasil atual e os métodos de seleção e funcionamento de instituições nacionais e internacionais no processo de escolha de projetos. Amarra toda a estrutura dos debates, uma perspectiva geral do Rumos naquelas três edições, explorando dados quantitativos, qualitativos e linguagens.

Depois de São Paulo, o Seminário passa por outras cidades na semana seguinte. No dia 23 de abril, terça-feira, o Teatro Municipal de Boa Vista, Roraima, recebe o encontro com apresentação e mediação de Ana de Fátima Sousa, gerente do núcleo de Comunicação do Itaú Cultural, e a participação de especialistas e artistas contemplados pelo programa. Na quinta-feira, 25, segue para Mato Grosso. Realizado no Cine Teatro Cuiabá, desta vez, a apresentação e mediação é de Tânia Rodrigues, gerente da Enciclopédia Itaú Cultural.
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »